Justiça dá prazo de 48 horas para abertura do comércio em Piracicaba

Comércio pode reabrir em 48 horas (Crédito: Claudinho Coradini/JP)

O juiz da Vara da Fazenda Pública de Piracicaba, Wander Pereira Rossette Júnior, concedeu liminar determinando abertura do comércio na cidade no prazo de 48 horas. O pedido foi feito por entidades que representam o setor na cidade; a Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba) e a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) e Sincomércio (Sindicato do Comércio Varejista de Piracicaba e Região).

Em seu despacho, o juiz determina que todos os estabelecimentos comerciais voltem a funcionar, em todas as áreas, com as cautelas recomendadas pelos órgãos de saúde, sob pena de apuração de eventual crime de desobediência e fixação de multa diária.




“As medidas impostas pelo Poder Público para combate ao Covid-19, mediante o fechamento do comércio, dito não essenciais, com o objetivo de conter a circulação de pessoas para maior efetividade do isolamento social, trouxe impactos de grande monta para toda a população”, afirma o magistrado.

A Prefeitura de Piracicaba foi questionada quanto o cumprimento da decisão judicial e até o momento não houve retorno.

As informações sobre a abertura do comércio em Piracicaba na edição imprensa do Jornal de Piracicaba desta quinta-feira (21).

Beto Silva