Justiça determina que vereador retire críticas a advogado das redes sociais

Foto: Fabrice Desmonts

Ação por danos morais e materiais foi apresentada contra o parlamentar

A Justiça de Piracicaba determinou, nesta quinta-feira (30), que o vereador Fabrício Polezi (Patriotas) retire publicações de suas redes sociais e não faça comentários a respeito do advogado Giovanni Bertazzoni. O não cumprimento da decisão prevê pagamento de multa diária de R$ 200 limitada a R$ 15 mil. Bertazzoni é autor de uma ação por danos materiais e morais contra o parlamentar.

No processo, Bartazzoni cita que em dezembro, Polezi publicou em sua rede social Facebook, um texto intitulado O Torneiro Conservador e, em modo público, fez ofensas a ele e sobre seu trabalho como advogado, o atribuindo em eventuais crimes.

Em um dos seus posts Polezi comenta sobre o dinheiro recebido por um partido político por meio do fundo eleitoral, e que, desse dinheiro, R$ 100 mil teriam sido direcionados apenas ao cargo do Executivo para pagamento de um vídeo, sendo que os demais candidatos não teriam recebidos nem um centavo.

Na ação, Bertazzoni cita que o vereador publicou que, em quatro anos, o seu o escritório de advocacia recebeu mais de R$ 2 milhões em pagamentos feitos pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Piracicaba e que ‘Giovanni Bertazzoni é filho do tesoureiro do sindicato e que é presidente’.

De acordo com o advogado, as publicações foram feitas de modo público no perfil do vereador e permanecem ativa Facebook até o momento, permitindo ampla divulgação da difamação.

O vereador Fabrício Polezi foi procurado nesta quinta-feira para comentar o assunto, mas até o fechamento desta matéria não houve retorno.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

um × 5 =