Dois idosos do Lar Betel estão entre as vítimas fatais do novo coronavírus em Piracicaba. Um homem de 84 anos faleceu ontem (24), ele estava internado desde 21 de abril, era hipertenso, tinha diabetes, hipertireoidismo e tinha Alzheimer. E uma mulher de 82 anos entrou em óbito na quinta-feira (23), também estava internada na ocasião, tinha diabetes crônica e era deficiente visual em decorrência desta doença.

Durante o dia de ontem, a instituição também registrou mais sete casos positivos da covid-19, sendo cinco residentes e dois funcionários. De acordo com a SMS (Secretaria Municipal de Saúde), já foram testadas 40 pessoas na instituição.

Ao todo, o Lar Betel conta 26 casos positivos até o fechamento desta edição, sendo 13 residentes e 13 funcionários. De acordo com o presidente da entidade, Luiz Adalberto dos Santos, 12 idosos estão internados e o outro está em isolamento na instituição.

Entre os funcionários que testaram positivo, Santos informou que nove já passaram pelo período de quarentena e retornaram ao trabalho. “Nenhum funcionário nosso foi internado”, conta Santos.

Os resultados dos testes começaram a chegar nesta semana à instituição. Na noite de quarta-feira (22) o Lar divulgou comunicado de que residentes e funcionários haviam testado positivo para covid-19, “apenar de todas as medidas implementadas de contenção”.

LEIA MAIS:

“Todos [os funcionários] que tiveram algum sintoma foram imediatamente afastados pelo nosso departamento médico e já estavam retornando quando os resultados dos testes nos chegaram”, relata o presidente.

De acordo com Santos, não é possível ter certeza de como o vírus chegou ao Lar Betel. “São muitas possibilidades. Funcionários vão e voltam diariamente para as suas casas, nós tomamos todas as medidas, mas nós estamos diante de um vírus que a gente não sabe de onde vem. Não tenho como ter certeza de qual foi a forma que o vírus atingiu a instituição, só sabemos que atingiu”, comenta. Santos informou ainda que o Lar abriga idosos de 60 a cem anos.

PARA CONTER O VÍRUS
Desde o início da pandemia o Lar Betel tem realizado ações para proteger os residentes e funcionários do novo coronavírus. Visitas de voluntários foram proibidas e os familiares foram orientados a não irem até a instituição. Agora as visitas de modo geral estão proibidas. Além disso, a higienização dos funcionários e da casa foi redobrada. Na manhã de ontem também foi realizada mais uma vez a desinfecção da instituição por equipe da prefeitura. “O próximo passo é conter internamente o avanço do vírus. Para isso, estamos contando com nossa equipe de médicos e enfermeiros e com a equipe da secretaria de saúde”, comenta Santos.

O presidente da instituição informou também que o Lar receberá mais reforços da SMS para conter o vírus. “Nós estamos agora em parceria com a secretaria de saúde […] e a partir de segunda-feira nós teremos uma equipe da Vigilância Sanitária trabalhando paralelamente conosco internamente, tomando mais providências para tentar evitar que novos casos surjam”, relata.

Por meio da assessoria de imprensa, a SMS informou que todos, residentes e funcionários, que apresentarem sintomas serão testados.

Andressa Mota

[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

sete + um =