Leitores lotam o último fim de semana da 26ª Bienal do Livro em São Paulo

Maior feira de livros do País reuniu mais de 600 mil pessoas e 186 expositores

Corredores lotados, filas que davam voltas nos estandes e pessoas com diversas sacolas de livros nas mãos. Foi assim que aconteceu a 26ª Bienal Internacional do Livro em São Paulo. Após quatro anos de espera pela retomada do evento, este ano a edição atraiu um número superior a 600 mil pessoas, sendo o recorde de todos os anos anteriores. Segundo informações divulgadas pela CBL (Câmara Brasileira do Livro), organizadora do evento, foram adquiridos em média de sete livros por pessoa. E, claro, o Jornal de Piracicaba não podia ficar de fora dessa! Fomos acompanhar o evento neste domingo (9) para contar o que rolou por lá!

Com uma mescla de literatura, cultura, gastronomia, negócios e diversas atividades para promover a diversão ao público, o evento contou com aproximadamente 185 expositores e ao longo dos oito dias, com a participação de 300 escritores, entre eles, os piracicabanos Antonio Filogenio de Paula Junior e Maíra Carvalho.

Vestidos dos personagens Celia e Marco, para promover o lançamento do novo livro “Circo da Noite” lançado pela editora Intrínseca, Pedro Martins e Júlia Lobo destacam uma experiência incrível. “Nós estamos vendo vários novos leitores e antigos, todos reunidos aqui depois de quase quatro anos sem Bienal. Todos esses dias estão muitos cheios.”, contou Pedro Martins. “É uma satisfação ver tantas pessoas novas interessadas na leitura”, completou Júlia.

Além deles, o leitor Gustavo Cordeiro contou ao JP que estava esperando para retornar à Bienal mesmo antes da pandemia e, acompanhado de seus filhos, também aproveitaria para comprar livros para os pequenos.

ARENA CULTURAL
A Arena Cultural contou com a presença de Xuxa Meneghel, apresentadora e rainha dos baixinhos, que participou da feira para divulgar seu novo livro infantil “Mimi: A vaquinha que não queria virar comida”, publicado pela editora Globinho. Ela também falou de seus novos projetos, entre eles, uma série sobre fundo ecológico que estreará na Disney+ e um filme com a escritora brasileira, Thalita Rebouças.

A editora Intrínseca, também trouxe uma das grandes atrações: a escritora Jenna Evans Welch, autora de “Amor & Gelato”, que recentemente fez muito sucesso no Brasil e ganhou até adaptação na Netflix. Welch comentou que dos 15 aos 17 anos morou na Itália. “Os personagens que criei andam por todos os lugares que passei em minha adolescência”, disse sobre a inspiração para a obra.

No domingo, a Arena Cultural também trouxe Nathan Harris, autor do livro “A doçura da água”, publicado pela editora Novo Século – obra inclusive indicada pela apresentadora americana Oprah Winfrey e o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. A autora Ali Hazelwood também conversou sobre o seu livro “A hipótese do amor”, que conquistou a rede social TikTok. Além disso, também houve a palestra sobre a força do público geek com o Financiamento Geek e a participação da Graphic MSP, projeto da Maurício de Sousa Produções.

NOVIDADES DESTE ANO
Diversas novidades aconteceram nesta edição: a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo apresentou a biblioteca digital “BibliON”, totalmente gratuita com uma plataforma de entretenimento e educação que disponibiliza mais de 15 mil títulos para estimular o hábito da leitura.

Pela primeira vez na Bienal, a “FamilySearch” oferece um acervo cheio de registros com documentos públicos como certidões de nascimento, casamento e óbito, cartões de imigrações, fotografias e livros genealógicos para que a população possa consultar e conhecer a história de sua ancestralidade.

O maior clube de livros “Leiturinha”, também marcou a sua primeira participação na feira de livros. O clube ofereceu oficinas de criação de história, além da venda de livros e produtos escolares de sua própria marca.

A editora Rocco trouxe novidades do universo de Harry Potter com visual de um castelo e também um painel em homenagem a Clarice Lispector, uma das maiores escritoras brasileiras.

Fernanda Rizzi
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dezenove − três =