Lutadora ganhou dois de três rounds e não venceu. /Foto: Divulgação.

Na primeira competição disputada desde o início da pandemia, Jhani e Joice Mendes acabaram derrotadas no War Muay Thai, em Santo Amaro. Jhani enfrentou Laysa e, apesar da boa performance nos dois primeiros rounds, foi superada pela adversária no terceiro assalto. A luta de Joice, que teve a oponente substituída por lesão, foi polêmica: a piracicabana foi melhor que Gabi Mouram, mas perdeu por pontos e deixou o ringue revoltada com a decisão da arbitragem.

“Nós sempre vamos ao ringue para ganhar. A luta da Joice teve uma discussão devido ao resultado da arbitragem. Ela fez uma boa luta e ganhou, vários treinadores que acompanharam o evento disseram o mesmo, mas os árbitros não viram assim… Ela não aceitou a derrota, nós também não aceitamos. Foi complicado”, afirmou o técnico Luis Reginaldo Pezzato, o Régis Muay Thai. “A Jhani ganhou dois rounds, mas deixou escapar no último. Faltou aprimorar estratégia, agora é corrigir os erros. Estávamos sem lutar, sem ritmo, mas o caminho está certo”, completou.

Nas redes sociais, Joice agradeceu o apoio recebido e comentou a própria luta, mas não poupou a arbitragem. “Sobre a minha luta no War Muay Thai, não concordei com a decisão dos árbitros, assim como outras pessoas. Enfim, foi um aprendizado. Agradeço a oportunidade de lutar em um grande evento que sempre me despertou a vontade de levar o troféu. Agradeço a torcida de Piracicaba e a torcida que arrumei no evento, que viu toda a injustiça (que aconteceu)”, escreveu no Facebook.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

18 − dezoito =