MEC prevê aplicação só em 2022 para novos inscritos no Enem

Foto: Agência Brasil

Medida ocorre após o STF ter decidido reabrir o prazo de pedido de isenção do pagamento de taxa a todos os candidatos

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou na noite desta segunda-feira, 13, que inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 que tiveram direito à isenção de pagamento e não compareceram às provas da última edição poderão se inscrever no Enem 2021 entre esta terça-feira, 14, e o dia 26 de setembro. As provas para esse grupo, no entanto, serão aplicadas apenas em 2022.

A medida ocorre após o Supremo Tribunal Federal (STF) ter decidido reabrir o prazo de pedido de isenção do pagamento de taxa a todos os candidatos, medida que foi reivindicada por partidos e entidades, os quais apontaram exclusão de estudantes no modelo escolhido pelo Ministério da Educação (MEC).

Segundo novo cronograma, as provas para quem se inscrever a partir desta terça até o próximo dia 26 serão aplicadas nos dias 9 e 16 de janeiro, mesma data em que ocorre a aplicação do exame para pessoas privadas de liberdade (PLL). Para quem já havia se inscrito, as datas de aplicação das provas do Enem 2021 estão mantidas para os dias 21 e 28 de novembro.

Agência Estado

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

2 × 3 =