Mesmo após denúncia, comandante continua cobrança por mais multas

Foto: Claudinho Coradini/JP

Nesta terça-feira, 25 policiais que estavam em folga foram convocados para prestar esclarecimentos na companhia

Apesar de a prática ter sido denunciada à imprensa e à Corregedoria da Polícia Militar, a determinação de produtividade de multas de trânsito segue mantida pelo comandante da 5ª Companhia da PM, em Piracicaba, segundo informações de policiais militares. Conforme divulgado com exclusividade pelo Jornal de Piracicaba no sábado (30), o capitão Saulo Vieira Runho, comandante da companhia com sede em Santa Teresinha, exige que cada equipe emita ao menos dez multas diárias, sendo cinco municipais e outras cinco estaduais.

Nesta terça-feira (2), 25 policiais militares que estavam em folga foram convocados pelo comando da companhia para prestar esclarecimentos.

De acordo com um policial, os convocados foram ouvidos por militares que trabalham diretamente com o comandante, que acompanhou as oitivas pessoalmente.

Aos convocados foi perguntado se já sofreu alteração de escala e horários, se o capitão Runho cobra multas, qual a aceitação da tropa com o capitão e se os policiais são proibidos de fazer refeições na base da companhia. A Corregedoria da Polícia Militar foi questionada sobre abertura de processo interno para apuração dos fatos, mas até o fechamento desta matéria a assessoria de imprensa da corporação não retornou ao pedido de informações.

PRODUTIVIDADE
Em uma semana, do dia 10 a 17 de junho, do ano passado, as quatro equipes de policiais militares da 5ª Companhia emitiram 153 multas, sendo 99 autos de infração estadual e outros 54 municipais, conforme revela planilha de produtividade, publicada na capa do JP e a qual a reportagem teve acesso. Na parte interna do demonstrativo constam o carimbo e assinatura do comandante que acrescenta – escrito à caneta – a observação ‘boa produtividade na semana’. Para equipe D, com 30 multas aplicadas no período – a menor das quatro equipes – foi destacada a observação ‘melhorar a produção primária’.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo foi questionada sobre a denúncia de produção de multas e informou que cabe à Polícia Militar se manifestar sobre o assunto. Na semana passada, a PM informou que já houve denúncias anteriores contra o capitão Runho, que foram averiguadas e nenhuma irregularidade foi constatada na conduta do militar.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

nove + quatro =