Milan ganha outra no Italiano e volta a abrir cinco pontos de vantagem na ponta

Com campanha irretocável e invicto, o Milan abriu caminho para sua oitava vitória em dez jogos apenas numa cobrança de pênalti. (Foto: Freepik)

O Milan está disposto a acabar com a hegemonia da Juventus no Campeonato Italiano. Neste domingo, visitou a Sampdoria e, com gols de Kessié e Castillejo, venceu por 2 a 1, voltando a ter a tranquila vantagem de cinco pontos na liderança isolada.

São 26 pontos conquistados pelo Milan, diante de 21 da arquirrival Inter de Milão. A Juventus, atual eneacampeã, está em quarto, com 20. Perde do Napoli no saldo de gols.

Com campanha irretocável e invicto, o Milan abriu caminho para sua oitava vitória em dez jogos apenas numa cobrança de pênalti. O duelo caminhava para um intervalo com 0 a 0 quando surgiu a falta na área.

Sem o astro Ibrahimovic, machucado, coube a Kessié abrir o marcador. Pelo 30.° jogo seguido pelo Campeonato Italiano, o Milan fez ao menos um gol.

O líder mostrou que, além da competência, também conta com a sorte. Castillejo precisou de apenas um toque na bola para ampliar a vantagem. Entrou no jogo e já ampliou a vantagem. Ekdal ainda anotou o de honra dos mandantes.

NAPOLI SOBE PARA TERCEIRO – O Napoli cumpriu muito o bem sua missão diante do lanterna Crotone. Goleou por 4 a 0, fora de casa, aproveitou o empate entre Sassuolo e Roma, e subiu para a terceira colocação do Campeonato Italiano.

Insigne no primeiro tempo e Lozano, Demme e Petagna, na etapa final, anotaram os gols napolitanos. O time de Gennaro Gattuso subiu para os 20 pontos. O Crotone segue em último, com míseros dois, somados em 10 partidas disputadas. É o único time que não venceu no Italiano.

Insigne abriu o placar aos 31 minutos. Um golaço, acertando no ângulo. Iniciou a goleada com mais uma homenagem a Maradona. A possibilidade de reação do Crotone ficou prejudicada aos 5 minutos da etapa final com a expulsão de Petriccione. Se já estava complicado com 11 contra 11, viu suas chances de tentar um empate acabarem com o segundo amarelo a seu jogador.

O Napoli aproveitou a vantagem numérica em apenas oito minutos. Lozano recebeu livre na área, dominou e ampliou aos 13, deixando a vitória bem encaminhada. Apenas uma equipe jogava. Em um contra-ataque em velocidade, Bakayoko roubou na defesa e lançou. A bola acabou nos pés de Demme, que bateu cruzado e fez o terceiro. Mesmo com o placar elástico, o Napoli seguiu mandando no jogo e chegou à goleada nos acréscimos, com Petagna.

EMPATE DA ROMA – Faltaram gols para premiar a boa apresentação entre Roma e Sassuolo, no Estádio Olímpico. Num jogo bastante disputado e agradável, o 0 a 0 acabou custando caro aos times, que acabaram desperdiçando a chance de assumir a terceira colocação do Campeonato Italiano.

O time da capital até chegou a balançar as redes no primeiro tempo, mas o gol de Mkhitaryan acabou anulado pelo VAR. O artilheiro Dzeko fez falta em Ferrari no início da jogada e a tecnologia flagrou a irregularidade em revisão rápida. Na fase final foram os visitantes quem tiveram um gol invalidado pelo árbitro de vídeo. Haraslin estava impedido no lance.

O jogo no Olímpico teve um leve domínio da Roma até os 40 minutos, quando o atacante Pedro recebeu o segundo amarelo ao parar um contragolpe e acabou expulso. Mesmo com um a menos, os mandantes ainda tiveram chances de ganhar na etapa final.

O Sassuolo, surpresa deste início de Italiano, também se portou bem na partida. Berardi e Djuricic fizeram uma boa apresentação e podiam colaborar por um triunfo dos visitantes. Mas as defesas se sobressaíram no duelo de equipes que adoram jogar ofensivamente.

Com o empate, o Sassuolo permanece na quarta colocação do Italiano, com 19 pontos. A Roma, com 18, subiu para o quinto lugar. O líder Milan soma 23, ainda entra em campo na rodada e pode abrir uma vantagem ainda maior na ponta.

Nos outros jogos deste domingo, mais empates: Verona 1 x 1 Cagliari e Parma 0 x 0 Benevento. Udinese e Atalanta jogariam no mesmo horário, mas a partida acabou adiada por causa das fortes chuvas em Údine.

Fonte: Agência Estado

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

três × 5 =