Milan supera expulsão no 1º tempo, bate o Benevento e mantém a ponta do Italiano

Foto: Reprodução Instagram

Em uma briga ponto a ponto com a Inter de Milão pela liderança, o Milan manteve a primeira colocação do Campeonato Italiano ao derrotar o Benevento por 2 a 0, fora de casa, pela 15.ª rodada, neste domingo. O time rubro-negro teve de superar a expulsão do meia Tonali, aos 32 minutos do primeiro tempo, para garantir o resultado positivo.

O triunfo no sul da Itália, com os gols do marfinense Kessié e do português Rafael Leão, levou o Milan aos 37 pontos, seguido pela rival Inter, que subiu aos 36 com a goleada sobre o Crotone por 6 a 2. O Benevento, por sua vez, segue com uma campanha satisfatória para um time que subiu da segunda divisão nesta temporada, e está em 10.º lugar, com 18 pontos.

O Milan saiu em vantagem logo aos 14 minutos de partida. Após falha na saída de jogo do Benevento, Rebic sofreu pênalti de Tuia e, na cobrança, Kessié bateu firme para abrir o placar.

No entanto, a equipe rubro-negra passou sufoco no final da primeira etapa após a expulsão de Tonali. O meia deu uma forte entrada em Ionita e recebeu cartão vermelho após consulta do árbitro no VAR. O Benevento chegou a mandar uma bola na trave da meta defendida pelo goleiro Donnaruma.

Mesmo com um a menos, o Milan conseguiu ampliar o placar no início da etapa final. Aos três minutos, Rafael Leão recebeu lançamento de Rebic, ganhou na corrida de Montipò e aproveitou a saída errada do goleiro do Benevento para finalizar por cobertura com pouco ângulo e balançar as redes. Pouco depois, o time da casa teve a chance de descontar em uma cobrança de pênalti, mas Caprari chutou para fora.

INTER TAMBÉM VENCE – Depois de um primeiro tempo equilibrado, a Inter deslanchou na segunda etapa e goleou o Crotone por 6 a 2, no San Siro. O grande destaque foi o atacante argentino Lautaro Martínez, autor de três gols. O Crotone, com apenas nove pontos, amarga a lanterna.

Em campo, a Inter de Milão começou melhor. Mas apesar da superioridade dos mandantes, quem abriu o placar foi o Crotone, aos 12 minutos do primeiro tempo, com uma cabeçada de Zanellato. A equipe da casa não demorou para reagir e virou com gols de Lautaro Martínez, aos 20, e Marrone, contra, aos 31. Ainda na etapa inicial, os visitantes igualaram o marcador novamente, com Golemic em uma cobrança de pênalti.

No segundo tempo, a Inter de Milão voltou a dominar a partida e aos 12 minutos ficou novamente à frente do placar após boa jogada entre Lukaku, Brozovic e Lautaro Martínez para o argentino ampliar o placar. Mais tarde, o belga recebeu longo lançamento, ganhou da zaga no corpo e deu tranquilidade para os mandantes na partida com o quarto gol.

Aos 33 minutos, Perisic fez ótima jogada individual, finalizou para defesa do goleiro e Lautaro Martínez aproveitou o rebote para marcar de cabeça e fazer o “hat-trick” (três gols em um jogo). No último ataque da partida, aos 42, Hakimi recebeu cruzamento de Darmian e deu números finais à partida.

CR7 BRILHA PELA JUVENTUS – Em busca da recuperação no Italiano após um início irregular, a Juventus contou com o brilho de Cristiano Ronaldo para ganhar o seu primeiro jogo em 2021. Neste domingo, em Turim, a equipe derrotou a Udinese por 4 a 1, com o craque português tendo marcado dois gols e dado uma assistência. Agora ele soma 14 gols na competição, sendo o seu artilheiro, além de 758 em 1.037 jogos oficiais na sua carreira.

O triunfo levou a Juventus aos 27 pontos, na quinta posição, com um jogo a menos do que os três primeiros colocados. O Milan é o líder com 37, sendo que os times vão se enfrentar na quarta-feira, no San Siro. Já a Udinese parou nos 15 pontos, quatro acima da zona de rebaixamento e na 14.ª posição.

A partida contou com quatro brasileiros como titulares: Danilo e Alex Sandro nas laterais do time de Turim e o zagueiro Samir e o volante Walace na equipe de Údine. Recuperado de lesão, Arthur foi acionado pela Juventus no segundo tempo.

Apesar da goleada, a Udinese teve bom início e quase abriu o placar aos nove minutos, quando Lasagna, da grande área, deu passe rasteiro para De Paul finalizar às redes. Mas o gol foi anulado porque o argentino tocou na bola com a mão. A Juventus só foi fazer 1 a 0 aos 30 minutos, em uma jogada iniciada com roubada de bola de Ramsey. Ele, então, acionou Cristiano Ronaldo, que avançou até a área e bateu de direita para igualar o placar.

O time voltou a marcar no começo do segundo tempo e teve a participação de Alex Sandro. Ele interceptou passe da Udinese e passou para o português. Com uma trivela, ele acionou Chiesa, que ganhou na velocidade do seu marcador e chutou cruzado: 2 a 0, aos 3 minutos.

A Udinese ofereceu resistência e quase marcou em um cabeceio de Larsen, que acertou o travessão, após levantamento de Samir. Mas aí Cristiano Ronaldo fez a diferença. Aos 24, após Betancur interceptar passe de Samir, passou para o português, que entrou na área e chutou de esquerda.

A Udinese voltou a mandar uma bola no travessão, em chute de Zeegelaar, e marcou aos 44. No lance, Molina, na direita, cruzou rasteiro, Szczesny tentou tirar e a bola sobrou para Zeegelaar diminuir. Mas nos acréscimos, aos 47, a Juventus fez o quarto. Danilo acionou Dybala, que entrou na área e tocou na saída de Musso: 4 a 1.

ROMA, ATALANTA E MILAN GANHAM – Com Milan e Inter de Milão mais à frente na disputa pela liderançao, a luta para não perder os ponteiros de vista e pelas duas vagas restantes no G4 – a zona de classificação à próxima edição da Liga dos Campeões da Europa – está acirrada. Neste domingo, além da Juventus, Roma, Napoli e Atalanta se deram bem com importantes vitórias, com destaque para os dois últimos, que golearam seus adversários.

O time mais próximo dos rivais de Milão é a Roma, que sofreu para derrotar a Sampdoria por 1 a 0, no estádio Olímpico. O gol da vitória saiu somente aos 27 minutos do segundo tempo com o centroavante bósnio Edin Dzeko, após assistência de Rick Karsdorp. Assim, o clube romano segue em terceiro lugar com 30 pontos.

Logo atrás da Roma, agora com 28 pontos e um jogo a menos, está o Napoli, que voltou ao G4 com a goleada de 4 a 1 sobre o Cagliari, mesmo jogando fora de casa. O destaque do jogo foi o meia polonês Piotr Zielinski, autor dos dois primeiros gols dos napolitanos. Os outros foram do mexicano Hirving Lozano e do italiano Lorenzo Insigne, em cobrança de pênalti. O brasileiro João Pedro fez para os mandantes.

Em casa, a Atalanta goleou o Sassuolo, agora em sexto lugar com 26 pontos, por 5 a 1. O centroavante colombiano Duván Zapata brilhou ao balançar as redes por duas vezes. O compatriota Luis Muriel, Matteo Pessina e Robin Gosens marcaram os outros gols dos donos da casa, que subiram para a sétima colocação, com 25 pontos. O zagueiro romeno Vlad Chiriches descontou para os visitantes.

Em outros jogos deste domingo, destaque para a vitória do Torino sobre o Parma por 3 a 0, em Parma. O resultado positivo fez a equipe de Turim saltar da lanterna para a 17.ª colocação, agora fora da zona de rebaixamento, com 11 pontos. Os demais resultados do dia foram: Fiorentina 0 x 0 Bologna, Genoa 1 x 1 Lazio e Spezia 0 x 1 Verona.

Fonte: Agência Estado

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

2 × dois =