Ministro elogia Congresso pela aprovação do projeto do ICMS

Ministro elogia Congresso pela aprovação do projeto do ICMS
Fonte: Agência Brasil

O ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, disse hoje (28) que a aprovação do projeto de lei que limitou a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) foi uma das maiores contribuições do Congresso para o Brasil. O projeto foi sancionado em junho pelo presidente Jair Bolsonaro.

Durante evento promovido pela Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Sachsida disse que a medida poderá gerar empregos e é uma das maiores contribuições estruturais do Congresso Nacional à sociedade brasileira.

“Cobrar 30% de ICMS sobre energia, sobre combustível, isso destrói parte significativa da atividade econômica”, afirmou.

Furtos

O ministro disse que vai trabalhar em conjunto com as distribuidoras para punir o furto de cabos de energia. A questão deve ser incluída em uma norma sobre punição para o roubo de combustíveis.

“Vamos incluir o roubo e furto de fios também como crime. É um absurdo o que está acontecendo. Está colocando em risco comunidades inteiras. Isso está errado e tem que estar tipificado. Do mesmo jeito que roubo de combustível gera riscos para toda sociedade, o roubo de fios é mesma coisa”, disse.

Sachsida também defendeu que os bancos ofereçam crédito para o setor elétrico. “O setor, tanto de mineração, quanto de energia, eles têm que receber dos bancos a mesma atenção que o agro tem. Esse vai ser um dos mercados mais pujantes do Brasil”, disse.

Ministro elogia Congresso pela aprovação do projeto do ICMS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

5 + vinte =