Moda se refere a autoestima e causa o impacto da 1ª impressão

Desde a Idade Média, as roupas ganharam importância e status social. Moda influencia e busca individualidade. (Foto: Pexels)

Seja por bem-estar, vaidade ou reforço da autoestima, as roupas demonstram qual mensagem você quer passar para todos, inclusive para você mesma. De acordo com dados dispostos no livro ‘Qual é a sua imagem’, escrito por Patrícia Tutti em 2012, 55% da primeira impressão que as pessoas têm sobre as outras é baseada na aparência. Ou seja, a imagem passada pode causar impacto e informações corretas ou incorretas sobre a pessoa, e tornando real a frase “a primeira impressão é a que fica”.

Isto não é de hoje, desde muito tempo as pessoas se preocupam com o que vestem. Para se ter uma ideia, o significado como hoje é conhecido a palavra “moda” surgiu há mais de 500 anos. Foi a partir da Idade Média que as roupas ganharam importância e status sociais, criando assim o desejo dos burgueses e camponeses a se vestir como os nobres usando modelos diferentes para se destacar na sociedade.

Hoje em dia, as peças de roupa continuam a ter significados diferentes para as pessoas trabalhando na individualidade de cada um. Este apreço pela aquisição do estilo próprio reflete diretamente no setor de vestuário, acima de setores como cabelo ou estática. De acordo com dados disponibilizados pelo portal Mercado e Consumo, a venda de roupas cresceu 8,14% no ano de 2019.

E engana-se aquele que entende que por conta do período de lockdown a preocupação com as vestimentas diminuiria. Afinal, roupas podem influenciar o humor, comportamento e desempenho da pessoa ao longo do dia.

A especialista em imagem e também cofundadora da empresa de consultoria Imagem Nothing to Wear, Renata Aron, informa que mesmo durante a pandemia o interesse e cuidado com a autoimagem não diminuiu. Isso vem devido ao constante contato das redes sociais onde os usuários veem modelos, influencers e propagandas ditando as mudanças na moda e o estilo de vida bonito após as mudanças.

IMAGEM PESSOAL

Renata também comenta que a aparência externa está diretamente ligada ao sentimento e pensamentos internos. “Aceitar o que se vê no espelho incentiva o bem-estar e isso ajuda a autoestima, confiança e segurança. Nossa imagem está diretamente ligada com nosso humor, nossa produtividade e nosso amor próprio”, diz.

Por isso é importante ficar ligado com as tendências e também saber bem seu próprio estilo de roupa para poder se sentir confortável e feliz.

Larissa Anunciato
[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

11 + seis =