Moradores de condomínio são presos acusados de furto de energia elétrica

Policiais constataram ligação clandestina (Divulgação/Polícia Civil)

Policiais civis do 5º Distrito Policial prenderam dois moradores de um condomínio, na região de Santa Teresinha, na tarde desta quarta-feira (19). A denúncia partiu do Ministério Público sobre furtos de energia e ligação clandestina de água nos apartamentos. Ambos foram autuados em flagrante pelo delegado Fábio Rizzo de Toledo.

Segundo a polícia, no apartamento de uma mulher, foi confirmado uma ligação clandestina no fornecimento de energia elétrica, onde o imóvel estava recebendo energia sem passar pelo medidor e causando prejuízo à empresa CPFL.

Em outro apartamento, no mesmo condomínio, os investigadores também localizaram outra ligação clandestina no fornecimento de energia elétrica.

Os dois moradores foram levados ao distrito policial e prestaram depoimento. Para ambos, o delegado arbitrou fiança individual de R$ 1,1 mil, mas somente a mulher pagou. Ela responderá a acusação em liberdade. Já o outro morador, não efetuou o pagamento e por isso, foi conduzido à carceragem.

Nos próximos dias, a CPFL deverá encaminhar à Polícia Civil um relatório informando o valor do prejuízo sofrido pelas ligações clandestinas. Os peritos do IC (Instituto de Criminalista) realizaram a perícia nos apartamentos, que foram alvos da denúncia do MP.

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

18 − 1 =