Buracos em diversas vias, principalmente na rua Dona Lídia, são alvos de reclamação. (foto: Amanda Vieira/JP)

Moradores do bairro Vila Rezende estão preocupados com a quantidade buracos nas ruas e avenidas na região. Segundo eles, em algumas situações, o temor é pela segurança dos pedestres devido as manobras que os motoristas precisam fazer para desviar dos buracos, as vezes até entrando na contra mão. “A prefeitura deu o prazo para arrumar até dia 10 de junho, mas até o momento nada foi feito”, lembrou Samuel da Silva, 57.

Segundo o aposentado, a situação está crítica há mais de 30 dias, principalmente nas ruas Armando Cezare Dedine, Dona Francisca e na Dona Lídia, todas repletas de buracos profundos. “Essa é uma situação muito crítica, diversos motoristas invadem a faixa contraria pra desviar dos buracos, o que pode causar um grave acidente, é só observar por 15 minutos que se vê muitas infrações por conta das erosões”, relata o morador.

Ainda, de acordo com Silva, o problema já foi relatado por diversas vezes ao SIP 156, sendo o primeiro contato em 24 de abril. “Por e-mail, a prefeitura respondeu que encaminharia o problema para o departamento responsável pela análise. No segundo contato, em 13 de maio, o setor de obras informou que até o dia 10 de junho o problema seria resolvido, porém o problema segue preocupando os moradores”, disse.

Silva lembrou que Piracicaba é uma cidade de grande porte e que “não deveria existir problemas como esse, a prefeitura diz que está tudo bem, mas, não está, os munícipes estão gastando horrores com o conserto de carro, sem contar nos possíveis acidentes, já pensou se uma criança é atropelada por conta de um buraco?”, desabafa.

A reportagem do JP entrou em contato com a Prefeitura, porém a assessoria de imprensa informou que vai dar um posicionamento sobre o caso ainda nesta terça-feira (25).

Letícia Azevedo
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 − oito =