Morre aos 87 anos o poeta Irineu Volpato

Poeta Irineu Volpato. Foto: João Carlos do Nascimento Ferreira

Volpato, que estava hospitalizado, faleceu nesta sexta-feira (15)

Morreu ontem (15) o poeta piracicabano Irineu Volpato. Nascido em 1933, completaria 88 anos no próximo dia 11 de novembro. O escritor e professor nasceu em Piracicaba, em Paraíso – hoje Paraisolândia – e era considerado um poeta atípico. Ele estava doente e hospitalizado. O velório acontece neste domingo (17), às 12h, no Cemitério Parque a Ressurreição, na avenida Comendador Luciano Guidotti, 1754, no Jardim Caxembu. O sepultamento está marcado para às 15h no mesmo local.

O poeta é autor de livros como “Poemantos”, “Vária Vereda”, “Como não levar nossa sombra com a gente?”, “Paulistarum Terra Mater”, “Samambaias Saíras mais Socós”, “Poemeus”, “Sagaracontos”, “Esta Noite é Lua Demais” e “Derradeira Plumagem”, entre outras obras. Volpato era petroleiro e diplomado em Administração.

Em sua biografia o autor escreve: “pra me completar literato vim recolher-me de só, em beira rabeira de estrada, que emenda duas cidades neste Estado de São Paulo (Piracicaba-Santa Bárbara). Propriamente na roça, mas com suas facilidades cidades de luz, telefone na casa, mas com todo o quieto o do mato, com passarinhos e seus cantos, cães e curiangos em noites e arrebois de chorar”.

Letícia Santin
[email protected]

Leia mais:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × 5 =