Morre gato Nikkō, o mascote do Jornal de Piracicaba

Você foi homenageado nas páginas do JP

A redação ficou sem o seu miado! Hoje o dia aqui na redação do Jornal de Piracicaba está sem cor, sem alegria, assim como o céu deste dia 30 de outubro de 2020. O motivo? Nossa equipe ficou desfalcada, nosso mascote, nosso parceiro de redação, nosso “chefe de reportagem”, resolveu nos deixar justo numa sexta-feira, justo num dia de pescoção (jargão do jornalismo impresso sobre a preparação de duas edições).

Nikkō sempre foi nosso querido colega de trabalho

Sim, é difícil acreditar, mas nosso Nikkō se foi.Ele chegou por aqui há 11 anos. Foi resgatado pelo diretor do JP, Marcelo Batuira, ainda filhote e abandonado numa antiga casa desocupada da família Guerrini, onde hoje é o Senac da rua Santa Cruz. Ao entrar na redação, assustado logo se deparou com outro hóspede que chegara dias antes dele: o Tsuyu (nosso outro mascote).

Sempre juntos, às vezes brigavam como a maioria dos irmãos, Tsuyu e Nikkō

E aqui, ambos cresceram brincando e brigando, mas sempre grudados.Parece coisa de doido, Nikkō, mas seu parceiro Tsuyu passou o dia miando alto, como se fosse um ritual de despedida. E foi. Sim, estamos tristes, arrasados, mas ao mesmo tempo, você, carinha de quatro patas, nos ensinou sobre como nunca desistir. Nikkō tinha a chamada leucemia felina, era todo cheio das alergias e pra completar precisou tirar um rim, pois foi diagnosticado com doença renal.

Ás vezes ficava sem forças, mas sempre lutou, grande Nikkō

Mas dentro daquele gatinho frajola havia a força de um leopardo, de uma onça, talvez… Ele nunca desistiu. Mas hoje seu coração resolveu parar, mas poxa, já era hora de descansar. Nikkão vai fazer uma falta tremenda, vai deixar a redação vazia, mas partiu como um verdadeiro guerreiro.

Nikkō ensinou que sempre era momento de brincar

Cumpriu sua missão!Queremos externar aqui nossos agradecimentos à veterinária Julia Flórios ( @dra.juliavet) que, graças a ela e sua exímia competência, pudemos desfrutar da companhia do Nikkō por mais tempo.Obrigada por tudo, amigo! Agora está livre para correr e pular onde não existe mais dor! Saudades,De toda equipe do Jornal de Piracicaba!

Nikkō, você nos deixou a vontade de mais um abraço!

Confira mais fotos do grande Nikkō:

Funciogato ajudava na revisão de textos
Ás vezes ele também dava bronca.
Nikkō também ajudava no fechamento do jornal
Ele já foi flagrado dormindo no trabalho, mas quem se importa?
Sempre foi chegado em um abraço
Gostava de ajudar na apuração dos votos nas eleições
Nikkō sempre foi um grande amigo de trabalho
Era chegado em pegar uma blusa dando sopa
Agora vai correr livre onde não existe dor, alguém dúvida? Agradecemos seus ensinamentos, amigão, e te amaremos para sempre!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

oito − seis =