Mortes e infectados por covid-19 seguem aumentando em Piracicaba e Região

Das quatro mortes contabilizadas ontem, uma era de residente do Lar Betel (Foto: Amanda Vieira/JP)

Piracicaba registrou ontem mais quatro mortos e 182 pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Com esses números, a cidade conta agora com 168 óbitos e 6.437 casos confirmados de covid-19. Entre os mortos estão três homens de 67, 77 e 76 anos, este último era residente do Lar Betel.
Já os infectados são 97 mulheres de quatro a 98 anos e 85 homens na faixa etária entre um 79 anos de idade.

QUEDA
Na última semana, a cidade de São Paulo apresentou uma queda de 26% no número de casos confirmados pelo novo coronavírus em comparação à semana anterior, segundo média móvel diária. A informação é do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo.

Segundo o órgão, nos últimos sete dias, a média móvel na Capital foi 1.638, enquanto na semana anterior foram registrados 2.215 casos.

A média móvel diária é calculada somando os números obtidos nos últimos sete dias e dividindo pela quantidade de dias. A média móvel analisa a tendência da epidemia e evita distorções que podem ocorrer em um único dia, especialmente quando há, por exemplo, represamento de dados.

Também ocorreu redução na média móvel diária de mortes na Capital, que passou de 89 para 73 nesta última semana, com redução de 18%.

Em todo o Estado de São Paulo, segundo João Gabbardo, coordenador executivo do Centro de Contingência, a redução na média móvel de casos foi de 5% nesta última semana.

“Quando a gente analisa a média móvel desta semana, que está em 7.137, comparando com a última média móvel, da semana anterior, ela era de 7.476. Tivemos uma redução no estado de 5% nos casos confirmados desta semana (entre os dias 17 a 23 de julho) comparando com a semana anterior (10 a 16 de julho)”, avaliou.

Quanto aos óbitos, a redução na média móvel foi 3% em todo o estado. “Estamos com 265 óbitos e, na semana anterior estávamos com 274 mortes, o que mostra uma redução de 3% no número de óbitos no estado”, afirmou o coordenador.

INTERIOR DO ESTADO
O comportamento que está sendo observado na Capital paulista é muito diferente do interior, onde está ocorrendo aumento de casos.

A média móvel diária de casos confirmados no interior teve um acréscimo de 3%, passando de 4.044 para 4.174 na última semana.

Em relação à média móvel de óbitos, o número passou de 121 para 132, com aumento de 9%.

Na região metropolitana, por sua vez, a média móvel diária da última semana demonstrou aumento de 9% no número de casos, que passou de 1.217 para 1.325. Quanto aos óbitos, houve redução em torno de 8%, passando de 65 na média móvel diária da semana anterior para 60 na última semana.

COVID-19 NO ESTADO

Ontem o Estado de São Paulo registrou 20.894 óbitos e 452.007 casos confirmados do novo coronavírus.

Além disso, ultrapassou a marca de 300 mil pessoas curadas da COVID-19: já são 302.176 pessoas estão recuperadas, sendo que 61.799 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) são de 63,7% na Grande São Paulo e 66,2% no Estado. O número de pacientes internados é de 13.906, sendo 8.354 em enfermaria e 5.552 em unidades de terapia intensiva.

Ontem, dos 645 municípios paulistas, houve pelo menos uma pessoa infectada em 637 cidades, sendo 447 com um ou mais óbitos.

O número de novos casos confirmados apresentados anteontem e ontem incluem dados cadastrados pelos municípios no sistema oficial de notificação de casos leves de covid-19, o E-SUS do Ministério da Saúde.

Devido à instabilidade técnica nos últimos dias, a dificuldade na inserção de dados por parte dos municípios resultou num represamento no processo de notificação.

PACIENTES DO INTERIOR
O Hospital de Campanha do Ibirapuera registrou na quarta-feira o marco de 1.500 pacientes com alta após recuperação da covid-19. A paciente de 59 anos é moradora de Santa Bárbara d’Oeste.

Ontem, o hospital tinha 120 pacientes internados. Destes, oito são da região de Piracicaba e 37 da região de Campinas. Desde início de funcionamento, unidade já atendeu 2.060 pacientes e registrou onze óbitos.

Beto Silva

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

quatro × cinco =