Aplicativos têm aumentado a taxa, que chega a ultrapassar os 50% | Foto: Divulgação

Motoristas de aplicativos de Piracicaba, como Uber e 99Taxis, assim como trabalhadores da categoria de todo o Brasil, paralisam hoje para demonstrar, principalmente, o descontentamento quanto ao repasse de ganhos, além de outras reivindicações. A paralisação (motoristas não ligarão o aplicativo) começa já a partir da meia-noite de quarta-feira até meia-noite do dia seguinte. Além disso, ao menos 20 carros se encontrarão na Praça do Parafuso para, às 14h30, sair em carreata pelas ruas da cidade.

Como explica Leandro Dantas, representante local do movimento, a primeira reivindicação da categoria é por melhorias nos repasses de ganhos. “O aplicativo Uber, em especial, tem aumentado muito a taxa, chegando a passar muitas vezes de 50%”, conta. Os motoristas também exigem atualização dos ganhos. “O valor das viagens não está acompanhando a inflação, como também, claro, os aumentos dos preços dos combustíveis”.

Outra pauta da paralisação nacional é sobre o reconhecimento facial para passageiros, um pedido dos motoristas por mais segurança no trabalho. “Desta forma, evitamos viagens inseguras ou, então, que faça uma viagem que o passageiro posteriormente possa alegar que ele não fez. Muitas vezes, o passageiro alega para a plataforma que não foi ele, sendo que ele pediu para outro passageiro, e quem acaba com o valor negativo é o motorista, naqueles casos que o passageiro se recusa a pagar e ‘joga para a próxima’”, contextualiza Dantas.

O movimento ainda critica o funcionamento do dinâmico dos aplicativos. As plataformas têm uma forma de bonificação de oferta/demanda e, quando tem muito pedido, os motoristas recebem um valor a mais. Dantas explica. “Por exemplo, valor original versus 1.5 (dinâmico), por ficarmos muito sobrecarregados. Porém, atualmente, as plataformas estão nos impedindo de vermos qual é o dinâmico, e quando estamos numa área com dinâmica, o sistema não libera viagens com dinâmica, e quando libera, é uma dinâmica muito abaixo do que a verificada”.

O representante local da paralisação ressalta que, na Praça do Parafuso, será um momento pacífico, com apoio da Polícia Militar e da Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes), revela Dantas.

Erick Tedesco

Leia Mais
Deic apreende drogas escondidas em árvore
Capa JP 28/10/2020
Após reclamações, cemitérios vão abrir no fim de semana e no Finados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

18 − sete =