MP aponta divulgação incorreta de 20 leitos em Piracicaba

0
307 views
Prefeitura contabiliza 20 vagas da UPA Piracicamirim que não têm estrutura completa de UTI. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

O Ministério Público do Estado de São Paulo apontou a divulgação incorreta, por parte da Prefeitura de Piracicaba, das taxas de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com covid-19. O órgão determinou a correção das informações no prazo de 24 horas. Segundo o promotor Aluisio Antonio Maciel Neto, a prefeitura está contabilizando 20 vagas da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Piracicamirim usadas para suporte ventilatório e, portanto, não possuem a estrutura completa para o tratamento intensivo, como sendo leitos de UTI.

O MP informou que em fevereiro já havia feito a recomendação, mas não houve cumprimento. O órgão aponta que os 20 leitos contabilizados pela prefeitura não são considerados de UTI para covid-19 pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária -, Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde por não possuir todos os equipamentos de uma UTI.

A prefeitura informou ontem que todos os Leitos de Suporte de ventilação pulmonar em Piracicaba, estão equipados com respirador, monitor e bomba de infusão, oferecendo assim toda a estrutura necessária para assistir o paciente em estado crítico com diagnóstico de covid-19. “Por esse motivo, a Prefeitura sustenta que a contagem dos 20 leitos da UPA do Piracicamirim, por possuírem condições necessárias para a manutenção da vida, devem ser contabilizados como leitos de UTI para atendimento aos pacientes do Coronavírus”, informou.

A administração informou que as 20 vagas são reconhecidas pelo Censo Covid-19 do Estado de São Paulo e Governo Federal. ‘É através desse sistema estadual que o município divulga diariamente o painel Plantão Coronavírus, publicando os dados sobre o percentual de ocupação de leitos destinados a covid-19’.

A prefeitura também informou que o próprio Governo do Estado considera as 20 vagas da UPA do Piracicamirim como leitos de UTI.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

um × 4 =