Suspeito de feminicídio é preso pela PM

Jéssica tinha 29 anos e deixou 3 filhos (Reprodução)

Atualizado em 20 de janeiro de 2021, às 20h46

Jéssica Ramos Granja, 29, foi morta a facada no interior da própria residência na Vila Cristina, na madrugada desta quarta-feira (20). Segundo a polícia, o companheiro da vítima, é o principal suspeito. Após o crime, ele teria ligado para o próprio irmão e confessou o assassinato. Ele foi preso pela Polícia Militar no final da tarde da quarta-feira (20), na estrada entre Anhumas e Ibitiruna. Assim que avistou a polícia, o suspeito chorou e teria confessado que matou a mulher.

O acusado foi conduzido à DDM (Delegacia de Defesa da Mulher). A delegada Olívia Fonseca confirmou que o homem teve a prisão temporária decretada pela Justiça por 30 dias. Foi o primeiro caso de feminicídio registrado na região em 2021. De acordo com um familiar, o acusado seria usuário de drogas e brigava constantemente com a mulher.

PRISÃO
Denunciantes, que residem em Anhumas relataram aos policiais, que viram um homem que teria matado a esposa andando naquela região. Eles fizeram o reconhecimento fotográfico do suspeito e passaram a procurá-lo com o apoio da Guarda Civil. Minutos depois, o acusado foi localizado enquanto caminhava nas imediações.

O CASO
Segundo o boletim de ocorrência, o irmão do suspeito acompanhou os guardas civis na casa da vítima. Quando chegaram constataram que o portão estava trancado. Os agentes pediram a permissão da testemunha para arrombá-lo. Ao entrarem na casa encontraram a vítima caída no quarto com várias perfurações no corpo. Havia sangue em vários cômodos da casa, no entanto, a faca que teria sido usada no crime não foi localizada.

Os socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados, mas o médico Ricardo Fabião constatou que a vítima estava morta. Os guardas preservaram o local até a chegada dos peritos do IC (Instituto de Criminalística). O trabalho foi acompanhado pelos policiais civis da DHPP (Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa) da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais). Jéssica deixou três filhos.

LEIA MAIS

Cristiani Azanha

[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × três =