Município vai aprimorar programa Seg Rural

Cerca de 7 mil pessoas vivem na zona rural de Piracicaba. (Foto: Amanda Vieira/JP)

O programa Seg Rural, elaborado para agilizar o atendimento e ampliar a segurança de propriedades da Zona Rural no município, será aprimorado. A secretária da Sema (Agricultura e Abastecimento), Nancy Thame, o comandante da Guarda Civil, Sidney Miguel da Silva Nunes, o subcomandante da GC, José Canova, e o guarda-civil Fernando Bertin, do Grupamento Rural, também ligado à GC, realizaram reunião virtual para definir detalhes. A Zona Rural de Piracicaba tem 2.322 propriedades em 811,8 quilômetros de estradas rurais. A população residente nessa região é de cerca de 7.000 pessoas.

Entre os principais pontos abordados na reunião estão a possibilidade de ser desenvolvido um aplicativo para facilitar o cadastramento dos moradores. Também se aventou a necessidade de ser elaborado um projeto de lei para regulamentação do programa. Também foi criado um grupo para fazer o encaminhamento das ações, que a princípio, está entre Sema e GC, mas pode ter o envolvimento de outras secretarias.

De acordo com a Guarda Civil, ao se cadastrar no programa, a pessoa residente na Zona Rural tem uma resposta rápida no atendimento, seja de natureza policial ou de saúde, no caso o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Polícia Militar e Sema, entre outras.

A secretária da Sema, Nancy Thame, ressalta que a secretaria encaminha mensalmente os novos cadastros para a Guarda Civil, mas é necessário um maior trabalho de divulgação para que a população conheça e participe do programa. O cadastramento no Seg Rural é voluntário e gratuito. O interessado recebe um número, que deverá ser utilizado no momento das chamadas.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

5 × 5 =