imigração
Musical conta história da imigração japonesa.

Em comemoração aos 100 anos da imigração japonesa em Piracicaba, acontece hoje, às 19h30, no Teatro do Engenho, espetáculo musical ao vivo com o Grupo Todos Nós, pela primeira vez na cidade, com realização do Clube Nipo Brasileiro de Piracicaba. A peça, assinada por Fábio Toma e Isa Toyota, conta a história dos japoneses desde a saída do Japão até a chegada ao Brasil. Durante a apresentação, tem apresentação do Taiko de Piracicaba (tambores japoneses) e outra do Odori de Piracicaba (dança tradicional japonesa), com a participação do frei Everson Takaki. A entrada é gratuita, mas os realizadores solicitam a doação de um quilo de alimento não perecível que será doado a uma instituição.

De acordo com o vice-presidente do Clube Nipo, Pedro Mizutani, a apresentação musical conta a história da imigração japonesa desde a partida do Japão, a dura realidade nos cafezais, o sofrimento durante a Segunda Guerra Mundial, o recomeço, a evolução, o crescimento e a alegria dos japoneses em terras brasileiras. “Uma história muito emocionante, imperdível. Além de tudo, com o alimento não perecível, vamos ajudar instituição de Piracicaba”, ressaltou Mizutani.

Ele explica que as músicas serão cantadas ao vivo, enquanto a história das canções serão contadas em um telão. “O objetivo é marcar os 100 anos da imigração japonesa em Piracicaba. O espetáculo, que já passou por Salvador, Florianópolis e Ribeirão Preto será apresentado pela primeira vez na cidade e esperamos que todos curtam bastante”.

Pedro Mizutani ressalta que, além do público poder conhecer a história da imigração japonesa, o evento – assim como os outros realizados pelo Clube Nipo – tem como objetivo principal integrar a cultura japonesa dentro do município de Piracicaba e fazer com que ela se perpetue e tramite entre as futuras gerações. O evento conta com o apoio da SemacTur (Secretaria Municipal de Ação Cultural e Turismo) e da OjiPapéis.

SERVIÇO: Espetáculo Musical “100 anos da imigração japonesa em Piracicaba”. Hoje, às 19h30, no Teatro do Engenho (avenida Maurice Allain, 454, Engenho Central). Entrada gratuita. Informações: (19) 3413-8526.

(Raquel Soares)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezenove − doze =