Na 3ª etapa, Estado convoca população para tomar vacina

Foto: Andressa Mota/CCS

Percentuais de todos os públicos estão abaixo de 62% com exceção dos indígenas, totalmente vacinados

O Estado de São Paulo anunciou ontem que vai convocar toda a população para comparecer aos postos nesta reta final da campanha de vacinação contra a gripe, que se encerra no próximo dia 9 e que ainda registra baixas coberturas. Até o momento, os percentuais de todos os públicos ainda estão abaixo de 62% com exceção dos indígenas, totalmente vacinados. Em Piracicaba, os números de vacinados ainda é considerado baixo pela Secretaria de Saúde do município. Segundo os dados do Estado, em Piracicaba apenas os grupos que compreende as crianças, grávidas e puérperas atingiram cerca de 50% de vacinados. Os restantes trabalhadores da saúde, idosos e professores dos ensinos básico e superior estão com percentuais entre 30% e 40%.

A terceira e última etapa da campanha, que começou no dia 9 de junho, está disponível para 5,1 milhões pessoas com comorbidades e com deficiência (física, auditiva, visual, intelectual e mental ou múltipla); caminhoneiros, trabalhadores portuários e de transporte coletivo; profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e jovens e adolescentes sob medidas socioeducativas. Porém, até ontem (29), somente 651 mil pessoas destes grupos se imunizaram. Para reduzir aglomerações e reforçar a prevenção à covid-19, o cronograma da campanha foi dividido em três etapas e, mesmo entre os grupos inseridos anteriormente e que ainda podem comparecer aos postos, ainda há baixa adesão. A primeira etapa começou em 12 de abril, voltada a 5,5 milhões de pessoas. Desse total, somente 3,1 milhões aderiram à campanha até o momento, somando 2 milhões crianças (61,7% de cobertura vacinal), 226,1 mil gestantes (51,7%), 815,2 mil profissionais da saúde (52,5%) e 43 mil puérperas (59,9%). Também foram vacinados 6,5 mil indígenas, plenamente alcançados com a campanha.

Outras 7,8 milhões de pessoas estavam incluídas na segunda etapa, realizada a partir de 11 de maio. Somente 4 milhões procuraram os postos até o momento. Entre os idosos, que tradicionalmente têm alto engajamento na campanha, foram aplicadas 3,7 milhões de doses, o que equivale a apenas 51,7% da cobertura vacinal.

Beto Silva
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

3 × três =