Nosso doce cacau…

Foto: Pexels

Adora chocolates e quer conhecer mais para consumir de forma saudável? Confira aqui

Difícil encontrar alguém que não admira o sabor do chocolate, mas poucos conhecem seus benefícios para a saúde. Conhecido como o “alimento dos deuses”, o cacau é uma das frutas mais nutritivas do planeta. Suas propriedades são benéficas para a saúde e seu sabor delicioso está presente não só nos doces, mas também em pratos famosos da culinária mundial.

O cacau é a matéria-prima para o preparo do chocolate e, também, é fonte rica em polifenóis, que são antioxidantes muito poderosos. O consumo de cacau pode melhorar a saúde do coração e dos vasos sanguíneos e prevenir doenças neurodegenerativas. Também pode fazer você feliz e dar a você uma ótima pele.

O chocolate quando amargo deve ter 70% ou mais de cacau. Com objetivo de extrair o máximo proveito dos benefícios do cacau será necessário assegurar a composição final do produto: teor de açúcares, óleos, ingredientes utilizados, origem, etc. O chocolate é feito a partir de grãos de cacau torrados, triturados e transformados em manteiga de cacau, à qual será adicionado açúcar. Seja qual for a sua escolha, faça-o de forma racional, prestando especial atenção à qualidade do cacau escolhido.

O cacau se originou nas Américas e se espalhou pela Europa ao longo do tempo. É utilizado, entre outras coisas, para reduzir o ganho de peso, a fadiga, estimular o sistema nervoso e melhorar a função digestiva. As sementes contidas no interior do fruto do cacaueiro são portadores de muitos componentes benéficos, como:

Polifenóis: compostos de origem vegetal que protegem contra bactérias e raios ultravioleta. Os polifenóis mais abundantes no cacau são flavonoides, catequinas e epicatequinas. Os flavonoides encontrados no cacau aumentam a produção de óxido nítrico nos vasos sanguíneos provocando o aumento de seu diâmetro e melhorando sua função. Os flavanoides inibem o crescimento dos radicais livres e, assim, evitam a danificação das células.

Teobromina: Composto amargo, mas benéfico para a saúde do coração, do trato respiratório e da boca.

Minerais: o cacau é pobre em açúcares e rico em minerais, os mais abundantes são magnésio, cobre, ferro e zinco. O zinco é um poderoso antioxidante que está totalmente envolvido na saúde do sistema imunológico, bem como em muitas reações metabólicas. Magnésio, terá uma ação importante principalmente a nível muscular e participará na redução das cãibras.

Os benefícios do cacau para a saúde são vários:

Reduz a pressão arterial – o chocolate amargo possui maior concentração de flavonoides em comparação ao chocolate branco (sem presença de flavonoides).

Protege contra o estresse oxidativo – O cacau demonstrou ter maior poder antioxidante do que o chá verde e preto e o vinho tinto.

Melhora as funções cognitivas – Os flavonoides do cacau melhoram a saúde do cérebro e as funções cognitivas por meio de mecanismos diretos e indiretos. Podem também ajudar a reduzir o dano neuronal em pessoas com doença de Alzheimer e doença de Parkinson.

Previne doenças cardíacas – os flavonoides do cacau diminuem a coagulação do sangue, evitando a formação de coágulos nos vasos sanguíneos, podendo reduzir o risco de hipertensão e doenças cardíacas.

Melhorar o humor – o cacau e o chocolate são eficazes para melhorar o humor e aliviar a fadiga nervosa. O cacau atua sobre certos neurotransmissores, aumentando assim a produção de endorfinas e serotonina, “o hormônio da felicidade”. Isso causaria uma sensação de euforia e bem-estar, ajudando a reduzir o estresse e elevar o moral. Esse equilíbrio hormonal também teria influências positivas no combate à síndrome pré-menstrual (TPM).

Potencial diminuição da obesidade – estudo mostrou que ratos que comeram cacau tinham menos gordura visceral e reduziu a inflamação associada à obesidade e melhorou a resistência à insulina.

Anticâncer – estudos mostraram que os flavonoidess e procianidinas do cacau reduzem a atividade das ODCs (Ornitina descarboxilase), reduzindo assim o risco de desenvolver tumores. A ornitina descarboxilase (ODC) é uma enzima encontrada em células saudáveis ​​que pode causar câncer se em excesso.

Reduz o colesterol ruim – O cacau é uma fonte interessante de lipídios de qualidade: ricos em ácidos graxos monoinsaturados, que participam da regulação da colesterolemia sanguínea: reduzem o colesterol LDL (o colesterol “ruim”, na origem das patologias cardiovasculares) e aumentam o colesterol HDL (o Colesterol “bom”).

Melhora a resistência à insulina e diabetes – os polifenóis do cacau, especialmente aqueles no chocolate amargo, melhoram a quebra da glicose, reduzem a pressão arterial e diminuem a resistência à insulina

Protege a pele – os flavonoides do cacau fornecem proteção contra os raios ultravioleta, melhoram a circulação sanguínea e contribuem para uma boa hidratação da pele, que é mais macia e lisa, menos escamosa

Devemos ressaltar que, embora o cacau tenha muitos benefícios para a saúde, o chocolate industrial e seus derivados contêm grandes quantidades de açúcar, gordura e aditivos, que estão longe de ser saudáveis.

Além disso, embora o cacau tenha muitos benefícios para a saúde, quando consumido em grandes quantidades, pode ter alguns efeitos nocivos.

O cacau pode ser consumido na forma de chocolate, incluindo chocolate ao leite e chocolate amargo (o chocolate branco não contém cacau). Quanto maior a porcentagem de cacau, maiores serão seus benefícios para a saúde. Outras formas de consumir cacau são: grãos de cacau, licor e casca de cacau. O cacau também pode ser tomado como suplemento na forma de cápsulas.

A Nutrientes para a Vida tem como missão melhorar a percepção da população urbana em relação às funções e os benefícios dos fertilizantes. A NPV possui visão, missão e valores análogos aos da coirmã americana, a Nutrients For Life. Sua principal missão é destacar e informar a população a respeito da relevância dos fertilizantes para o aumento da qualidade e segurança da produção alimentar, colaborando com melhores quantidades de nutrientes nos alimentos e, consequentemente, com uma melhor nutrição e saúde humana.

Da Redação

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

um × 2 =