Novo comandante do 10º BPM/I vai intensificar policiais nas ruas

O tenente-coronel Adriano Manoel Rédua dos Santos disse que intensificar o policiamento nas ruas e vai dar prioridade para as prisões dos foragidos da Justiça. Na última segunda-feira (31), ele assumiu o comando do 10º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior) de Piracicaba, que atua em 11 cidades da região.

Rédua conhece de perto a região de Piracicaba. De 2003 a 2012, foi comandante em Piracicaba, mas naquela época, na patente de tenente, foi o responsável pelo 16 GB (Grupamento de Bombeiros. Depois foi transferido à Rio Claro, mas em 2013 retornou ao patrulhamento na Polícia Militar e depois assumiu sua função no 19º BPM/I, de Americana, onde estava, antes de retornar à Piracicaba como comandante do 10º BPM/I.

Rédua já comandou o 16 Grupamento de Bombeiros de Piracicaba (Amanda Vieira/JP)

Rédua considera que continuará o trabalho das gestões anteriores, que atuaram na questão da qualidade dos trabalhos realizados tanto entre os policiais como também no atendimento à população. Afirmou ainda que tem o objetivo de continuar as ações para manter os quedas os principais índices criminais.

INIMIGO INVISÍVEL

Além do patrulhamento, combate à criminalidade, atendimentos à população, assim como as demais forças de segurança e profissionais que atuam na área da saúde, todos têm um inimígo invisível em comum, o novo coronavírus. Afinal, os policiais são expostos diariamente em abordagens ou atendimentos à comunidade. “No meu primeiro dia de trabalho, estávamos saindo do batalhão, quando um senhor, nos parou e pediu ajuda para socorrer a sua filha, que havia passado mal em um ônibus. Assim que a colocamos na viatura soubemos que ela estava com falta de ar e logo pensamos que poderia ser covid-19. A jovem foi deixada na unidade de saúde e retornamos à viatura com os vidros abertos. Apesar de adotarmos todos os cuidados, nunca sabemos quando pode ocorrer. Depois fomos informados que a jovem não estava com doença e foi atendida”, afirmou o comandante.

Como rotina de trabalho, Rédua disse os policiais mantém a rotina do uso de álcool em gel e a higienização das viaturas.

ANTIGO COMANDANTE

Rédua foi promovido em 25 de agosto e assumiu a vaga deixada por Rodrigo Eval Arena, que deixou a unidade após ser promovido a coronel, patente mais alta da corporação. Ele assumiu o comando do CPI-10 (Comando de Policiamento do Interior), região de Araçatuba. A publicação da promoção de Rodrigo foi divulgada no Diário Oficial do Estado de São Paulo, no dia 8 de abril de 2020.

Cristiani Azanha

[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dezenove − 3 =