Novo Coronavírus infectou 2,53% da população de Piracicaba

Número de contaminados é de 10.143. A cidade tem 1.300 pessoas em tratamento (Foto: Amanda Vieira/JP)

De acordo com os números fornecidos pela Prefeitura de Piracicaba com relação o comportamento da covid-19 na cidade, até ontem, 2,53% da população testaram positivo para a doença. Segundo o balanço divulgado pela Secretaria de Saúde do município, até esta segunda-feira, 10.143 pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus.

O número se refere aos pacientes atendidos pelas redes pública e privada e que, portanto, fizeram testes. Nas estatísticas não estão as chamadas subnotificações de casos, que são os pacientes que apresentaram sintomas, mas que no entanto, não foram submetidos à testagem.

Com relação às mortes pela doença, Piracicaba atingiu ontem a marca de 250 óbitos. Entre as quatro mortes ocorridas ontem em função da covid-19, está um jovem de 28 anos.

A Secretaria de Saúde informou que as outras vítimas são um idoso de 89 anos) e duas mulheres, de 49 e 67 anos. Em relação aos contaminados pela doença, foram mais 122 pessoas nas últimas 24 horas, sendo 62 mulheres (de 7 a 94 anos) e 60 homens (com idade entre 1 e 84), elevando o número de contaminados para 10.143. A cidade tem ainda tem 1.300 pessoas em tratamento, 951 casos suspeitos e 12.063 casos descartados.

FISCALIZAÇÃO NO COMÉRCIO
O Procon (Serviço de Proteção ao Consumidor) de Piracicaba iniciou a fiscalização em estabelecimentos comerciais com o objetivo de fazer cumprir as regras do decreto municipal que colocou a cidade na fase 3 (amarela), no Plano São Paulo de combate ao coronavírus.

A prefeitura informou que, desde a semana passada, foram realizadas diligências em comércios das ruas centrais – ruas Governador, do Rosário e Benjamin Constant. Nos próximos dias, os fiscais irão visitar as lojas do Shopping Piracicaba e o comércio nos bairros. De acordo com o procurador-geral do município e responsável pelo Procon, Milton Sérgio Bissoli, as diligências tiveram início na última quinta-feira.

Os fiscais observaram que a maioria dos comerciantes está seguindo as orientações, com a disponibilização de álcool em gel 70%, exigência do uso de máscara pelos clientes e funcionários e a afixação do termo de responsabilidade em local visível, além do respeito ao número de pessoas dentro do estabelecimento.

“Os lojistas estão respeitando todas as regras e isso é muito importante. Nossos fiscais percorreram as ruas Governador, do Rosário e Benjamin Constant e fizeram apenas 10 orientações porque a maioria estava com tudo em ordem”, afirmou. “Essa operação vai perdurar para que Piracicaba progrida para a fase 4”, acrescentou.

Ainda de acordo com Bissoli, neste primeiro momento a fiscalização é orientativa, mas se houver reincidência, o proprietário do estabelecimento pode ser autuado. A multa pode ir de dez a 10.000 Ufesps (Unidades Fiscais do Estado de São Paulo), (sendo que cada unidade está em R$ 27,61) e o alvará pode ser cassado.

O proprietário também pode responder criminalmente, de acordo com o art. 268 do Código Penal, se descumprir as ordens das autoridades de saúde, com detenção de um mês a um ano e multa.

COVID-19 NA REGIÃO
Boletim divulgado na segunda-feira pela Secretaria de Saúde de Rio Claro aponta mais dois óbitos por coronavírus confirmados na cidade, totalizando 98 mortes em decorrência da covid-19.

As duas vítimas mais recentes são um homem e uma idosa que estavam hospitalizados. O total de casos positivos é 3.431, com sete confirmações nas últimas 24 horas.

Nesta segunda-feira, no entanto, o número de internados está menor do que o dia anterior, quando havia 80 pessoas hospitalizadas por coronavírus, incluindo casos suspeitos.

Nesta segunda-feira eram 63 internações, sendo 29 em leitos públicos e 34 em leitos particulares. Deste total, 28 pessoas estão em tratamento em UTI (Unidade de Terapia Intensiva), com 19 pacientes na rede pública e nove na rede privada. Rio Claro tem 2.909 pessoas recuperadas da covid-19.

NO ESTADO
Nesta segunda-feira o Estado de São Paulo registrou 26.899 óbitos e 702.665 casos confirmados do novo coronavírus. Entre o total de casos diagnosticados de covid-19, 502.107 pessoas estão recuperadas, sendo que 81.573 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 55,5% na Grande São Paulo e 57,4% no Estado (outros dados no link abaixo). O número de pacientes internados é de 11.257, sendo 6.457 em enfermaria e 4.800 em unidades de terapia intensiva.

Ontem, dos 645 municípios, houve pelo menos uma pessoa infectada em 643 cidades, sendo 506 com um ou mais óbitos. Até o final do mês de agosto, o Estado de São Paulo poderá ter entre 835 mil e 970 mil casos confirmados do novo coronavírus. A estimativa é do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo e foi divulgada ontem.

O Centro projeta também que o Estado poderá ter, até o final desse mês, entre 30 mil e 36 mil mortes. Até este momento, o total é de 702.665 casos confirmados, com 26.899 mortes.

O Centro de Contingência faz projeções quinzenais sobre o número de casos e de óbitos provocados pelo novo coronavírus. Na projeção anterior, estimada até o dia 15 de agosto, eram esperados entre 620 mil e 720 mil casos confirmados do novo coronavírus e entre 26 mil e 31 mil mortes. O estado paulista se manteve dentro dessas projeções.

Beto Silva