Novo meia do XV eliminou o Palmeiras em 2014; confira o gol

Marcelinho jogou por muitos ano no Ituano antes de chegar ao Nhô Quim (Foto: Divulgação//Ituano Futebol Clube)

Mesmo com o ano terminando, os membros da diretoria e do departamento de futebol profissional do XV de Piracicaba seguem atentos ao mercado da bola. O clube acertou as contratações do lateral-esquerdo Assis, que vem por empréstimo do Náutico, e do meia-atacante Marcelinho, ex-Ituano. O primeiro trabalha regularmente com o elenco quinzista há mais dez dias, enquanto o segundo foi incorporado na manhã do último domingo (29).

Ambos assinaram até o fim do Paulistão A2, que começa para o Nhô Quim no dia 22 de janeiro, às 20h30, em São Paulo, contra a Portuguesa. “O Assis é um jogador que começou no XV e traçou uma carreira com conquistas importantes e recentes. É uma posição em que necessitávamos de reposição e este nome nos agradou bastante”, disse o diretor de futebol Ricardo Moura, se referindo à passagem do atleta, de 33 anos, pelo Alvinegro Piracicabano, de 2004 a 2008. Entre os feitos do lateral, destacam-se a conquista do Campeonato Gaúcho em 2017, pelo Novo Hamburgo, e da Série C do Campeonato Brasileiro deste ano, pelo Náutico.



Marcelinho, 29 anos, é outro que chega com troféus em seu currículo. Foram dois Paulistão A1, pelo Corinthians, em 2009, e pelo Ituano, em 2014. “Ele se encaixa perfeitamente no modelo de jogo do (técnico) Tarcísio Pugliese e acrescentará demais ao nosso plantel”, falou o gestor de futebol Beto Souza. Na edição conquistada pelo Ituano, Marcelinho foi decisivo para a conquista com o Galo de Itu. Nas quartas e na final, diante de Botafogo e Santos, as partidas foram para as cobranças de pênalti, na qual Marcelinho acertou suas cobranças nas partidas e ajudou sua equipe a se classificar e ser campeão, respectivamente. Porém, o momento que mais brilhou foi na semifinal diante do Palmeiras, no qual marcou o gol da vitória por 1 a 0 no Pacaembu, impedindo o Verdão de disputar uma final em seu centenário.

JOGO-TREINO

Em fase de preparação visando a próxima temporada, o XV de Piracicaba perdeu para o Velo Clube em jogo-treino na manhã de ontem (30), pelo placar de 2 a 0. A atividade foi anteriormente marcada para o Estádio Barão da Serra Negra, porém em razão da reforma do gramado, a partida foi transferida para o Estádio Benito Agnelo Castellano, em Rio Claro. Os gols dos donos da casa foram marcados por Niander, após cobrança de falta, e um de Paulão, que tentou o recuo de cabeça para Luiz Fernando e marcou contra.

“Claro que sempre queremos vencer, mas isso não é o principal neste momento. Pudemos fazer observações, analisar situações e isso é o mais importante agora”, comentou o técnico Tarcísio Pugliese. O Nhô Quim passará por mais dois testes antes da estreia oficial em 2020: no dia 11 de janeiro, sábado, às 15h30, o Alvinegro encara o Capivariano e quatro dias depois, na quarta-feira (15), no mesmo horário, a Caldense. As partidas, a princípio, serão no estádio municipal em Piracicaba.

A estreia oficial do Nhô Quim na Série A2 será no dia 22 de janeiro (quarta-feira), às 20h30, contra a Portuguesa, no Estádio do Canindé, em São Paulo. O Velo, que está na Série A3, fará seu primeiro jogo oficial em 2020 diante do Olímpia, no dia 25 (sábado), às 20h, na cidade de Olímpia.