Covid-19: novo pico atinge mais novos; idosos se protegem

Novo pico da covid-19 é realidade em Piracicaba | Foto: Amanda Vieira/JP

O boletim epidemiológico da SMS (Secretaria Municipal de Saúde) de ontem registrou 101 novos casos confirmados de covid-19 na cidade e, assim, Piracicaba tem, diariamente, ao menos uma centena de positivados desde a última segunda-feira (30), um número inquestionavelmente elevado, principalmente se comparada à média semanal de 40 ou 50 casos nos últimos dois meses.

De acordo com Regiane Portes Medes, diretora da DRS-10 (Diretoria Regional de Saúde), o novo pico da doença do novo coronavírus incide mais em jovens do que em idosos.

“Os jovens estão se descuidando, indo a bares, festas, parques ou restaurantes, enquanto os idosos permanecem em casa, com receito de um contágio. Existe entre os mais novos a sensação de que a pandemia está perto do fim, mas não está”, critica e alerta Regiane, além de apontar outro agravante nesta displicência. “Ao sair, se expor, existe o perigo do jovem levar o vírus para casa e infectar pais ou avós”.

Ainda na sexta-feira, Piracicaba registrou mais um óbito por covid-19 – um homem de 75 anos. Ao todo, são 384 óbitos desde o início da pandemia. Dentre os 101 novos casos confirmados, segundo o boletim, 45 são homens, com idades entre 10 e 82 anos, e 56 mulheres, de quatro a 66 anos.

Até ontem, a cidade tinha 19.126 casos confirmados, 43.092 casos descartados e 17.787 casos recuperados. Em tratamento, de acordo com o balanço da Saúde, atualmente são 955 pessoas, enquanto 1.197 casos são tratados pelos hospitais locais como suspeitos.

SERVIDOR PÚBLICO

Dados do monitoramento covid-19 do SEMST (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), que data às 6h30 de ontem, hoje são 60 servidores de Piracicaba afastados, aproximadamente 0,81% do quadro funcional do serviço público do município. Segundo o levantamento, cinco estão com evolução desfavorável.

Além disso, dos 880 servidores monitorados, 814 já retornaram ao trabalho. A pasta da Saúde é que teve mais servidores suspeitos de covid-19 – 501 pessoas, o que equivale a 56,93% do quadro da secretaria. Destes, informa o SEMST, 471 já retornaram ao trabalho.

SANTA CASA

A Santa Casa de Piracicaba atingiu nesta semana a marca de 2.000 pacientes recuperados da covid-19, divulgou ontem a assessoria de imprensa da entidade. Para o provedor João Orlando Pavão, cada paciente recuperado é uma vitória. “Todos eles conseguiram voltar para o abraço de seus familiares”, pontuou.

Erick Tedesco

Leia mais

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

2 × um =