Mancini chega após trabalho no Atlético-GO CRÉDITO: Reprodução/Twitter

Após a demissão do técnico Tiago Nunes em razão dos maus resultados no Campeonato Brasileiro, o Corinthians apostou em um primeiro momento no auxiliar Dyego Coelho, que também não conseguiu fazer a equipe engrenar, resultando na queda para a 17ª posição, dentro da zona de rebaixamento. Após essa adversidade o Timão correu contra o tempo e anunciou logo após a derrota para o Ceará, o nome de Vagner Mancini como novo treinador da equipe.

Mancini chega após um curto trabalho no Atlético-GO, deixando a modesta equipe na 12ª colocação e nas oitavas de final da Copa do Brasil. Mesmo com pouco mais de 16 anos como técnico profissional, Mancini tenta engatar seu primeiro bom trabalho em um dos chamados “times grandes do Brasil”, já que todas as vezes que dirigiu um dos chamados 12 grandes do futebol brasileiro, a passagem não foi longa ou positiva.

Seu grande momento na carreira foi logo em seu primeiro trabalho, no comando do Paulista de Jundiaí, em 2005, quando conquistou uma inédia e improvável Copa do Brasil, na qual eliminou equipes como Botafogo-RJ, Internacional-RS, Figueirense-SC e Cruzeiro-MG, até derrotar o Fluminense-RJ na decisão. Outro bom trabalho foi no Athletico-PR em 2013, quando foi vice-campeão da Copa do Brasil, após ser derrotado pelo Flamengo-RJ e ficou na terceira posição no Brasileirão.

Nos chamados “grandes”, Mancini comandou o Grêmio em 2008, Santos em 2009, Vasco em 2010, Cruzeiro em 2011, Botafogo em 2014 e São Paulo em 2019. Nesses clubes, Mancini não conquistou títulos, mas colecionou bons momentos, ao deixar o Tricolor Gaúcho invicto (após seis jogos), livrou a Raposa do rebaixamento e levou o Tricolor Paulista a decisão do Paulistão do ano passado.

Outra marca negativa da carreira de Mancini é que ele comandou cinco times no Brasileirão que foram rebaixados ao fim do campeonato. Essa situação ocorreu com o Guarani (2010), Ceará-CE (2011), Sport-PE (2012), Botafogo-RJ (2014) e Vitória-BA (2018), sendo que apenas nos rebaixamentos do Bugre e o Alvinegro Carioca, Mancini foi o técnico no momento do descenso.

Mauro Adamoli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito − 10 =