Número de mortes aumenta quase 4 vezes no mês de maio

Maio só perde para abril, que registrou 201 mortes

O mês de maio registrou aumento de quase quatro vezes mais mortes por covid-19 em Piracicaba na comparação com o mesmo período em 2020. Os dados constam no Portal da Transparência do Registro Civil, base de dados abastecida em tempo real pelos atos de nascimentos, casamentos e óbitos praticados pelos Cartórios de Registro Civil do País, administrada pela Arpen (Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais).

De acordo com a plataforma, em maio deste ano foram registradas 140 mortes por covid-19 em Piracicaba, ante os 29 óbitos pela doença registradas em 2020. Os números de maio só são piores quando comparados com abril deste ano, que foi o mês com maior número de mortes na pandemia. Foram 201 mortes registradas no período. Março e abril são apontados pela Arpen, como o primeiro e segundo piores meses da pandemia no Brasil, auge da segunda onda da doença que lotou UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) de hospitais em todo o território nacional. Na comparação com março, maio apontou queda de 32% no número de óbitos, enquanto na comparação com abril a queda foi de 30%.

Em números absolutos, maio registrou 14.815 óbitos causados pelo novo coronavírus, março 22.049, e abril 21.297, em todo o país. Com o terceiro pior número de mortes desde o início da pandemia da covid-19 em São Paulo, o mês de maio mostrou que os números da doença ainda estão longe de estarem controlados. Se comparados com a média de óbitos causados pelo novo coronavírus desde a chegada da doença no Estado, o mês que se encerrou registrou aumento de 87% no número de falecimentos, atingindo a marca de 14.815 mortes, frente a uma média de 8.530. “Com os dados do Portal da [Transparência], podemos visualizar a real situação que estamos enfrentando”, explicou a presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo, Daniela Silva Mroz. “Mesmo os óbitos tendo diminuído no mês de maio, os números ainda são altos quando comparados aos dados dos meses de 2020”, destacou. Um ano depois, maio de 2021 registrou um aumento de 123,9% dos óbitos em São Paulo em comparação

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

13 − doze =