O futebol brasileiro nos Jogos Olímpicos do Japão

Marta, eleita seis vezes pela Fifa como a melhor jogadora do mundo - Crédito imagem: Divulgação/CBF

A seleção feminina de futebol abre a participação do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio 2020. A equipe verde e amarela faz sua estreia diante da China, às 5h, desta quarta, dia 21, no Estádio da cidade de Miyagi.

A seleção feminina volta a campo no sábado, dia 24, às 8h, contra a Holanda, novamente em Miyagi. O jogo que fecha a participação brasileira na primeira fase do torneio acontece na terça, dia 27, contra Zâmbia, às 8h30, no Saitama Stadium.

A treinadora brasileira é a sueca Pia Sundhage, que participou de cinco edições dos Jogos Olímpicos e chegou a três finais com dois ouros para os Estados Unidos, nos anos de 2008 e 2012 e uma prata com a Suécia, em 2016.

“Eu espero que todas nós façamos um esforço para dar o nosso melhor e atingir uma excelente performance para colocarmos em prática o que temos trabalhado. Será muito empolgante, Jogos Olímpicos, primeira partida, vamos ver como as atletas irão lidar com essa pressão.” – afirmou a treinadora brasileira.

A jogadora Ludmila disse que desde criança via os jogos pela TV e sentia a magia do futebol. “O coração está a milhão, porque estou perto de sentir essa magia.” – falou a atleta.

A seleção brasileira, duas vezes medalha de prata nas edições de 2004 e 2008 busca o inédito ouro com uma equipe que traz Marta e Formiga. Entre as convocadas, nove disputarão as Olimpíadas pela primeira vez: a goleira Letícia Izidoro, as laterais Jucinara e Letícia Santos, as meias Duda, Júlia Bianchi e Angelina e as atacantes Geyse, Giovana e Ludmila.

A seleção olímpica masculina, atual campeã do torneio, faz sua estreia na quinta, dia 22, diante da Alemanha, às 8h30, no Estádio Internacional de Yokohama. O segundo jogo do Brasil será no domingo, dia 25, a partir das 5h30, diante da Costa do Marfim, novamente em Yokohama. O compromisso seguinte será diante da Arábia Saudita, na quarta, dia 28, às 5h, em Saitama.

Nos treinos desta terça, dia 22, o técnico André Jardine pode contar com elenco completo para os últimos treinos da equipe antes da estreia diante da Alemanha. O trabalho foi direcionado para dar ritmo e entrosamento ao grupo, com atividades coletivas, a fim de orientar posicionamentos e estratégias.

Edilson Morais

[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

20 − dezenove =