Obra no bairro Parque São Matheus está parada

Rua vai ligar bairros Parque São Matheus e Vale do Sol | Foto: Amanda Vieira/JP

Moradores do Parque São Matheus e Parque das Águas cobram a retomada de obra para abrir rua que vai ligar os bairros ao Vale do Sol. O início da pavimentação ocorreu em setembro do ano passado, paralela à Rodovia Geraldo de Barros (SP-304) no fim da rua Virgínia Pratta Gregolin, mas está parada.


“Ano passado vi que começaram uma obra lá no local, até instalaram postes de iluminação, mas pelo que parece já paralisou”, relata o mecânico de manutenção Juliano Ramos.


Os moradores procuram apoio de lideranças e vereadores da cidade também para que as reivindicações que fazem há 4 anos, segundo Ramos. Além da ligação para o bairro Vale do Sol, eles querem que ônibus do transporte coletivo atendam pontos dentro dos bairros. O atual ponto fica próximo à rodovia. “É muito perigoso, pois entra e sai carro do bairro, juntamente com o ponto de ônibus”, lembra Ramos. Também requerem melhorias na entrada do bairro, com uma rotatória mais próxima.

LEIA MAIS:


De acordo com a prefeitura, o Executivo vai providenciar ordem de serviço para empresa Silvello Terraplenagem e Pavimentação Ltda continuar as obras, que devem ser retomadas ainda neste mês, com previsão de término de seis meses. O valor da obra será de R$ 382.054.02.


Segundo a prefeitura, no ano passado a mesma empresa efetuou a limpeza da rua “para possibilitar os serviços de cabeamento e posteamento a serem executados pela CPFL”. “Vale lembrar que essa obra será feita por meio de Processo de Dação em Pagamento, como forma de extinção de créditos imobiliários junto ao Município de Piracicaba”, diz ainda em nota.


A Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes) informou que no passado uma linha ligava os bairros ao TVS (Terminal do Vila Sônia), mas não era utilizada, pois os moradores preferiam a linha com destino ao TCI (Terminal Central de Integração) que passa pela rodovia.


“Com a abertura da referida via, dependendo de seu traçado, a Semuttran poderá, sim, viabilizar o atendimento do serviço de transporte coletivo com a alteração de trajeto de linhas com trajeto pela rodovia, priorizando estes atendimentos nos horários de pico”, diz em nota.

Quanto à entrada do bairro, em nota a prefeitura informou que está “aberta a estudar e conversar com os moradores para verificar a viabilidade das obras para a rotatória e melhoria na entrada dos bairros, encaminhando posteriormente as solicitações para a concessionária Eixo SP”.

Andressa Mota

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

oito − 5 =