Já os leitos de enfermagem está com 24% de ocupação Foto: Claudinho Coradini/JP

Até anteontem a taxa de ocupação das UTI (Unidades de Terapia Intensiva) por pacientes com covid-19 em Piracicaba era de 38%. De acordo com os números da Secretaria de Saúde, das 131 unidades destinadas ao atendimentos de doentes, 50 estavam ocupadas. Já o percentual de leitos de enfermagem ocupados por infectados era de 24%. Segundo a pasta, dos 179 existentes, 43
eram utilizados

O prefeito Barjas Negri (PSDB) usou sua página na rede social para comentar a situação. “Isso significa que, embora a prefeitura esteja testando muito mais pessoas, como tem sido divulgado pela imprensa, o número de internados está diminuindo”, apontou.

Mesmo com a queda na ocupação dos leitos hospitalares, o tucano pediu cautela à população a fim de evitar o aumento de infectados pela covid-19. “Apesar de ser um bom indicativo, ainda é cedo para comemorar. Por isso, continue adotando todos os protocolos de higiene pessoal para evitar contagiar e ser contagiado pelo novo coronavírus”, afirmou.

Piracicaba segue a tendência do Estado de São Paulo que, também na segunda-feira, anunciou que há dez semanas consecutivas tem registrado a diminuição de internações provocadas pelo novo coronavírus.

INTERIOR TEM QUEDA DE 9%
Segundo o governo, houve queda de 11% entre os dias 20 e 26 de setembro em relação à semana anterior, de 13 a 19 de setembro, de 1.266 para 1.125 na média estadual de hospitalizações.

Segundo o Estado, a oscilação de internações é um indicador de uma perspectiva confiável da tendência da pandemia. “A queda deste indicador por período longo é um sinal inequívoco de que a doença está regredindo de maneira sólida no estado de São Paulo”, informou o governo em nota.

Na Capital paulista, a diminuição de internações neste período foi de 14% (450 para 387). Na Região Metropolitana de São Paulo foi de 11% (196 para 174) e no interior, com a Baixada Santista, a diminuição foi de 9% (621 para 565). A média diária estadual de novas mortes por covid-19 na última semana epidemiológica ficou em 162 casos.

Beto Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito + 10 =