Operação da Polícia Civil em Piracicaba termina com um preso e grande apreensão de drogas

Foto: Polícia Civil

Uma operação da 2ª Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), na tarde desta segunda-feira (06), terminou com um preso, uma indiciada e grande apreensão de drogas. A operação ocorreu na Rua General Hermes da Fonseca, zona sul de Piracicaba (SP).

Realizando uma investigação já há algum tempo (com o intuito precípuo de combater o tráfico de entorpecentes no bairro Monte Cristo), policiais civis tomaram ciência de que um indivíduo conhecido pelo apelido de Rato estaria gerenciando um ponto de vendas de entorpecentes.

“Em setembro deste ano, após esta equipe especializada cumprir mandado de busca e apreensão em sua residência, Rato jogou dinheiro proveniente do tráfico pela janela de sua casa. Naquela oportunidade, não foram localizados entorpecentes, sendo os valores apreendidos e Rato somente liberado”, informou a Polícia Civil. “Continuada as investigações, identificamos um imóvel pertencente a uma mulher, o qual estaria sendo utilizado para armazenamento das drogas, onde esse indivíduo iria buscar kits de entorpecentes para abastecer gradativamente o ponto de vendas.”

Por volta das 17h desta segunda (05), durante monitoramento velado, policiais civis notaram quando Rato chegou no portão do imóvel alvo. Realizada a abordagem, ele alegou à polícia estar perdido e apenas procurando a casa de um amigo, contudo entrando em contradição diversas vezes. Após ser informado de que ele vinha sendo alvo de uma investigação, e informado também de que a Polícia Civil já sabia que ele vinha guardando drogas naquele imóvel, Rato finalmente confessou utilizar a residência da mulher para armazenamento das drogas. Ela foi identificada como L.C.L.

No quintal da residência foram localizados dois kits de cocaína, já separados para serem entregues a Rato. Já no interior, policiais localizaram vários outros kits de cocaína e crack escondidos no guarda-roupas da mulher. Na cozinha, foi encontrada ainda uma caixa de Sedex, cujo remetente era a sobrinha da proprietária do imóvel e o destinatário era D.R.A.S. — um individuo conhecido pelo apelido de “Jogador”, membro de uma facção criminosa e que, atualmente, encontra-se detido no CDP local, após ter sido preso em agosto de 2021 com uma grande quantidade de drogas.

Diante das circunstâncias, Rato recebeu voz de prisão em flagrante delito e acabou conduzido à sede da 2ª DISE–DEIC, onde a ocorrência foi apresentada. Ele segue preso e à disposição da Justiça. A proprietária da residência não foi localizada, porém será indicada e responderá por crime de tráfico de entorpecentes.

Ao todo, policiais apreenderam 680 porções de crack, 270 porções de cocaína, R$ 272 reais em espécie, uma caixa de Sedex com dados de interesse policial e uma conta de luz em nome da proprietária da residência.

Rafael Fioravanti | [email protected]

Foto: Polícia Civil
Foto: Polícia Civil

LEIA MAIS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

14 − dois =