Órgão de tubos da Catedral entra em processo de tombamento municipal

Foto: Alessandro Maschio/JP

Orquestra Sinfônica de Piracicaba movimentou campanha em fevereiro para levantar fundos, mas verba é insuficiente

Sem dinheiro para reforma, o órgão de tubos instalado na Catedral de Santo Antônio, na praça José Bonifácio, Centro, entrou em processo de tombamento no município no início deste mês de abril. A recuperação do instrumento – o melhor construído pelo alemão Guilherme Berner – por ora empacada por falta de recursos, tem a chance de ser solucionada via cofre público. O custo para recuperação total do equipamento de 1967 é de R$ 220 mil e, para uma reforma inicial suficiente para melhorar a situação do órgão, segundo a paróquia, seriam necessários R$ 22 mil.

A informação sobre o tombamento foi levantada a partir de um ofício da Semac (Secretaria Municipal de Ação Cultural) à Câmara Municipal com data do dia 4 deste mês, documento que foi recepcionado pelo Legislativo no dia 8 e leva a assinatura do presidente da Casa, Gilmar Rotta (PP). A assessoria da Câmara relata que não cabe à Casa aprovar o tombamento.

Conforme a Semac, o pedido passou pelo Codepac (Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural), órgão municipal de Piracicaba. De forma unânime, o conselho votou pelo tombamento do instrumento musical em reunião ordinária do dia 1º de abril. Caso seja tombado, a peça histórica passa ser responsabilidade do Poder Público – assim, haverá maior viabilidade para
o conserto.

O padre da Igreja Matriz, Ronaldo Francisco Aguarelli, recebeu bem a iniciativa de tombamento e diz que é uma esperança para a recuperação do instrumento. “É um patrimônio religioso e cultural dara a cidade de Piracicaba”, destaca ele.

SEM DINHEIRO
Uma tentativa da OSP (Orquestra Sinfônica de Piracicaba) em fevereiro levou o conjunto musical para a estreia da temporada 2022 na Catedral de Santo Antônio. O objetivo era o de mobilizar a população para doações financeiras à paróquia a fim de consertar o órgão de tubos. Porém, até o momento, foram arrecadados R$ 2.230. “O processo de recuperação do instrumento encontra-se parado por falta de verba, já que o valor total orçado para o trabalho foi de R$ 220 mil”, informa o pároco Aguarelli, da Catedral.

Para ajudar na recuperação do instrumento histórico é só fazer um PIX para a chave 44.802.999/0005-91 (CNPJ da Paróquia de Santo Antônio – Catedral). Também é possível fazer uma transferência bancária ou depósito para o restauro do órgão de tubos com os seguintes dados: Banco do Brasil, Agência 56-6, conta corrente 4222-6, CNPJ 44.802.999/0005-91, Paróquia de Santo Antônio – Catedral.

Cristiane Bonin
[email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

onze − dez =