Painel do CDC recomenda 3ª de vacina da Pfizer para pessoas com 65 anos ou mais

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Pessoas de 18 a 49 anos que também têm condição médica subjacente devem considerar o reforço

Um painel consultivo do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos decidiu recomendar, nesta quinta-feira, 23, a aplicação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 da Pfizer em idosos, com 65 anos ou mais, residentes de asilos e certos adultos com condições médicas subjacentes que tenham entre 50 e 64 anos.

Os conselheiros disseram que as pessoas de 18 a 49 anos que também têm uma condição médica subjacente devem considerar a terceira dose, dependendo do risco individual. As recomendações do comitê estão em grande parte em linha com a autorização dada pela Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) nesta quarta-feira, 22.

No entanto, o painel discordou da recomendação da FDA para a aplicação da dose de reforço em profissionais de saúde ou presidiários, que trabalham ou vivem em locais que os colocam em alto risco de serem infectados.

Na avaliação do comitê, a terceira dose deve ser administrada a pessoas que receberam a vacina da Pfizer pelo menos seis meses após a segunda dose. O CDC geralmente segue a recomendação do painel. Fonte: Dow Jones Newswires

Agência Estado

LEIA MAIS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

14 + 17 =