Pandemia aumenta percentuais de queda na balança comercial

Máquinas e instrumentos mecânicos tiveram queda na importação e na exportação (Foto: Claudinho Coradini/JP)

As exportações e importações registradas no último mês pela regional do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) em Piracicaba continuam em queda, segundo relatório divulgado ontem pela instituição.

Segundo os dados, as exportações registraram US$ 702,7 milhões no período, uma queda de 39,6% na comparação entre os dois anos. Já as importações somaram US$ 534,6 milhões, o que significa uma queda de 30,5% frente ao mesmo período do ano passado.

Segundo o relatório, os principais produtos exportados foram máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos (64%), produtos químicos orgânicos (8,5%) e açúcares e produtos de confeitaria (6,3%).

Por outro lado, as importações da regional se concentraram em máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos (27,8%), veículos automóveis, tratores (24,1%) e máquinas, aparelhos e materiais elétricos (12,1%).

Para o gerente regional do Ciesp, Homero Scarso, a queda nas atividades já era aguardada devido a pandemia do novo coronavírus. “As quedas já eram esperadas uma vez que muitos países foram ou ainda estão afetados pela questão da pandemia e isso reflete num ambiente desfavorável para os negócios, muito embora o dólar tenha oscilado num patamar elevado”, afirmou acrescentando que os principais compradores – Estados Unidos, Canadá, Peru e Japão – seguem nessa linha.

Por outro lado Scarso aponta que a crise tem revelado que outros mercados têm se expandido. “Para nossa surpresa, Bengladesh e Russia aumentaram significativamente em 58% e 236,8%, os volumes e isso mostra novos mercados em expansão, pelo menos por enquanto”, pontuou.

Já as importações, como o caso da Coreia, que apresentou uma queda de-44,6%, o gerente afirmou que a redução já era esperada, uma vez que a produção de veículos ‘desabou’ devido a paralisação nas linhas. “E também dos Estados Unidos, com-35%, diretamente com a queda das exportações, para nossa surpresa um aumento das importações em 117% da Indonésia”, afirmou.

Beto Silva

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

14 + 14 =