Pandemia reduziu doações em 40%; campanha começa hoje

Doações estão muito abaixo das 60 bolsas diárias

Amanhã (2), tem o Dia D de doações, quando o Hemonúcleo vai trabalhar excepcionalmente das 7h30 às 17h

O hemonúcleo de Piracicaba registrou queda de 40% nas doações de sangue no comparativo entre os anos de 2019 e 2020. As restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus somadas ao medo do doador em ser infectado ao se deslocar para o local de doação foram determinantes para o impedimento de doadores e a consequente redução do números de bolsas. Para reverter esse quadro e retomar o ritmo de doações de antes da covid-19, tem início hoje (1º) a campanha ‘Sob Pressão’ desenvolvida pelo Hemocentro da Unicamp (universidade Estadual de Campinas).

De acordo com a assistente social e coordenadora do Hemonúcleo de Piracicaba, Luciana Sacheto Bueno, a campanha começa nesta quarta- -feira e, amanhã (2), acontece o Dia D de doações, quando o Hemonúcleo vai trabalhar no horário excepcional das 7h30 às 17h. A coordenadora destacou que até o mês de julho, as doações diárias chegavam a 15, segundo ela, muito aquém das 60 bolsas necessárias para atender a demanda. “Em julho foi preciso cancelar cirurgias e os médicos foram a público pedir doações”, afirmou Luciana acrescentando que, a partir de agosto, as doações começaram a aumentar. Durante todo o mês de setembro o Hemonúcleo vai estar preparado para receber as doações que, após a coleta, são encaminhadas ao Hemocentro em Campinas, responsável pelo processo para que o plasma possa ser doado.

DOAÇÃO X COVID-19 Luciana Sacheto acrescentou que sobre a covid-19, se a pessoa que teve a doença não apresentar sequelas, deve-se aguardar um período de 30 dias, após a cura para realizar a doação. Em relação à vacina, se foi a Coronavac: esperar 48 horas após cada dose, AstraZeneca e Pfizer: sete dias após cada dose e é necessário apresentar o comprovante de vacinação no momento da triagem. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) é necessário cumprir alguns requisitos para doar sangue, entre elas, estar bem de saúde e ter entre 18 e 69 anos. Jovens a partir dos 16 anos já podem doar caso tenham autorização do responsável. O doador não pode estar em jejum, deve ter dormido ao menos seis horas nas últimas 24 horas, pesar mais de 50 quilos, não ter feito cirurgia de grande porte menos de seis meses e de pequeno porte menos de três meses e não ter feito tratamento dentário nos últimos sete dias. O Hemonúcleo de Piracicaba fica na Santa Casa, com entrada pela rua Silva Jardim, 1.700. Mais informações pelo telefone (19) 3422-2019.

Beto Silva

[email protected]

Leia Mais:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 + 13 =