Para evitar ‘vexame’, Corinthians recebe o Guaraní-PAR pela Libertadores

Timão precisa de uma virada após perder no Paraguai (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

O Corinthians enfrenta o Guaraní, do Paraguai, hoje, às 21h30, Na Arena Corinthians, em São Paulo, na partida de volta da segunda fase preliminar da Taça Libertadores 2020. O Timão perdeu a primeira partida, em Assunção, por 1 a 0 e precisa vencer por dois gols de diferença para avançar de fase, ou devolver o 1 a 0 para levar a partida para os pênaltis. Os paraguaios avançam com um empate ou uma derrota por um gol de diferença caso balancem as redes corintianas.

O Timão chega em baixa para o confronto em razão dos quatro últimos jogos. No final de janeiro, a equipe perdeu para a Ponte Preta (2 a 1), porém se recuperou na sequência ao vencer o clássico diante do Santos (2 a 0) e chegou em alta na Libertadores. A equipe perdeu para o Guaraní, e no fim de semana, com o time alternativo, sofreu nova derrota, desta vez para a Inter de Limeira (1 a 0). O Alvinegro vem pressionado para esta partida, porém, logo após a derrota para os limeirenses, técnico e atletas disseram que a equipe terá outra postura.

“Nosso time vem de dois resultados negativos, mas quarta-feira (hoje) é outra história”, disse o goleiro e capitão Cássio, enfatizando a torcida como um fator essencial para eliminar os paraguaios. “Temos que agradecer a torcida, o pessoal que veio ao estádio. Tivemos duas derrotas em sequência, mas a gente pede que a torcida que vier na quarta-feira seja da mesma forma. Que nos ajude a empurre. Precisamos dela”, disse o goleiro.

“Oscilamos a performance, em momentos bons e ruins. É um processo natural, mas para o Corinthians a gente sabe que precisa mais, precisa vencer também. É um jogo de eficiência”, disse o técnico Tiago Nunes, ressaltando a partida pela competição internacional. Temos de dar uma resposta imediata, com muito respeito ao adversário, para que a gente possa voltar à normalidade e sonhar com uma temporada muito boa”, afirmou.

Invicto na temporada, o Guaraní vem de mais uma vitória importante, já que venceu no fim de semana o atual tetracampeão paraguaio Olímpia, pelo placar de 4 a 2, gols de Raul Marcelo Bobadilla (duas vezes) Fernando Fernandez (duas vezes).

O vencedor deste confronto jogará na terceira fase contra quem vencer de Palestino- -CHI e Cerro Largo-URU, que também jogam nesta quarta- -feira (12), às 19h15, no Estádio Nacional de Santiago, no Chile. Na primeira partida, em território uruguaio, empate em 1 a 1. O vencedor da chave fará parte do grupo 2, ao lado do Palmeiras, Bolívar-BOL e Tigre-ARG.

Corinthians e Guaraní já se enfrentaram três vezes na Libertadores (contando com a partida da semana passada), sempre em fases eliminatórias e os paraguaios venceram as três partidas. O único jogo na Arena Corinthians, foi nas oitavas da edição de 2015, que terminou em 1 a 0 para o Guaraní, gol de Fernando Fernandez, que continua na equipe. Aquela foi a primeira derrota internacional do Corinthians em seu estádio.

Mauro Adamoli