Teve início no último dia 15, a série de produções que a Câmara de Piracicaba, através dos Departamentos de Comunicação e TV Legislativa, está realizando com foco nas eleições municipais e que integra o plano de trabalho da atuação Mesa Diretora.

Durante o período eleitoral, em que as restrições voltadas à divulgação dos trabalhos legislativos tornam-se intensamente rígidas pela Justiça Eleitoral, garantindo a isonomia entre os candidatos, o projeto Parlamento Aberto nas Urnas vem como uma proposta inovadora: levar à sociedade, cidadãos e candidatos, informações fundamentais, tanto para a escolha consciente do voto como quanto ao conhecimento necessário para o início de um mandato.

Sob estes dois aspectos, a proposta teve entre os objetivos mostrar o importante papel da Justiça Eleitoral que, na construção de um pleito complexo como o deste ano, devido à pandemia, todos os detalhes sobre o trabalho anterior ao dia 15 de novembro e toda a estrutura que envolve a grande festa democrática que, este ano, acontece nesta data.

Este papel de informação pública ativa visa possibilitar que o cidadão tenha elementos suficientes para ir às urnas com segurança e tranquilidade, sabendo, por exemplo, que as eleições este ano começarão às 7 horas – uma hora antes do horário tradicional – e que, até as 10 horas, as seções estarão abertas prioritariamente, ou preferencialmente, aos grupos de risco para contágio ao novo Coronavírus.

Mas também tem o caráter de educação para cidadania ao trazer explicações aparentemente complexas, como a formação das coligações eleitorais, o cálculo para ocupação das cadeiras da Câmara de Vereadores, definido pelo enigmático quociente eleitoral, e o esclarecimento sobre como a mudança nas regras para coligações dos partidos visando às eleições à Câmara tornou ainda mais democrática a eleição deste ano.

Juízes, especialistas, cientistas políticos, líderes partidários (não-candidatos), cidadãos são os protagonistas deste projeto que, na sua primeira semana de execução, já está contando com o importante apoio da imprensa piracicabana na multiplicação do conteúdo, através de jornais, sites e rádios. O retorno e reconhecimento é graças ao competente trabalho dos servidores empenhados em inovar e atingir todos os objetivos da proposta.

O que a Câmara de Vereadores espera com o Projeto Parlamento Aberto nas Urnas é contribuir multiplicando informações baseadas em fontes de credibilidade, combatendo as fakes news que, todos sabemos, não beneficiam ninguém além de justamente quem as produz. O projeto também tem o pretensioso objetivo de estimular que as pessoas – estando em segurança quanto à sua saúde – para que exerça seu dever, seu direito cidadão de votar, com consciência, com elementos necessários para uma escolha que satisfaça os seus anseios.

Este papel de estímulo à formação cidadã que a Câmara, nos últimos anos, vem executando com base em planejamentos dos quais não tem aberto mão, é parte de compromissos assumidos por esta Mesa Diretora com a sociedade, mas também com servidores, promovendo o estímulo necessário para que desenvolvam suas tarefas de forma produtiva e com retorno à sociedade.

Acompanhe todas as produções, reunidas no site e nas redes sociais da Câmara através de matérias, reportagens em vídeos, reportagens para rádios, gráficos e artes que estão traduzindo, de matéria simples e didática, a importância e beleza deste processo eleitoral que resultará na nova composição da Câmara de Vereadores a partir de 1º de janeiro. É por você, cidadão, mais esta iniciativa inédita entre as Câmaras do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 × dois =