Passarela é interditada para manutenção das tábuas

Cerca de 150 tábuas do piso precisam ser trocadas

A passarela pênsil José Dias Nunes (Tião Carreiro), que dá acesso ao Parque do Engenho Central, está interditada desde ontem (1º), para resolução de problemas no piso. Para acessar o Parque, a orientação é utilizar a entrada pela av. Maurice Allain (Parque do Mirante), passarela Estaiada Dr. Aninoel Dias Pacheco, localizada na avenida Beira Rio, e pela ponte do Morato (de carro e a pé). A interdição completa permanece até quinta-feira (08).

A equipe da Secretaria Municipal de Obras faz a manutenção no piso, com troca de aproximadamente 150 tábuas, degradadas pela ação do tempo, chuva e sol.

CURIOSIDADE

A passarela Pênsil José Dias Nunes ( Tião Carreiro) passou por reforma completa e foi entregue à população em 2014.

A passarela Pênsil foi inaugurada em 15 de dezembro de 1992. Ela tem 103 metros de extensão (de uma ponta a outra) e 78 metros de vão suspenso. Sua estrutura é sustentada por cabos de aço e madeiramento.

É considerada uma obra de arte da engenharia, cujo projeto inicial foi inspirado no modelo de duas importantes e famosas pontes norte-americanas: a Brooklyn Bridge de Nova York (NY) e a Golden Gate, de San Francisco (CA), fato que justifica o seu formato.

Da redação

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

17 − nove =