Informações são públicas aos eleitores pelo site do TSE (Foto: Amanda Vieira/JP)

A soma do patrimônio dos 12 candidatos à Prefeitura de Piracicaba, declarado à Justiça Eleitoral, chega a R$ 46 milhões. Os valores dos bens informados pelos candidatos e candidatas vão de R$ 4,300 mil a R$ 34 milhões. Obrigatória para quem disputa eleições, a declaração de patrimônio deveria ser feita até as 19h do último sábado, prazo para os partidos políticos e as coligações apresentarem o requerimento de registro de candidatos a prefeito e vereador.

Na campanha eleitoral deste ano, cada candidato ao Poder Executivo, poderá gastar até R$ 347,592 mil no primeiro turno e R$ 104,277 mil no segundo turno.

Além de confirmar a participação na disputa eleitoral, o registro de cada candidato no TSE Tribunal Superior Eleitoral disponibiliza informações que se tornam públicas aos eleitores, como a lista de bens.

Entre os candidatos à Prefeitura de Piracicaba o empresário Luciano Almeida (DEM) é o com maior patrimônio declarado. Segundo o TSE, a soma dos bens do candidato é de R$ 34 milhões.

Em segundo lugar, está a candidata Erica Gorga (Patriota) com patrimônio declarado em R$ 3,663 milhões, seguida pelo candidato do PL, Zé Pedro, que tem declarados R$ 2,612 milhões ao TSE.

O prefeito Barjas Negri (PSDB), que tenta a reeleição, tem patrimônio declarado de R$ 1,094 milhão, R$ 90 mil a menos do declarado em 2016 quando o tucano foi eleito para a atual gestão.

Beto Silva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

10 + 20 =