Patrulha rural da PM salva recém-nascida engasgada com leite em Piracicaba

Na noite desta segunda-feira (09), a Patrulha Rural da Polícia Militar atendeu, num espaço de tempo de 15 minutos, duas ocorrências de pesos distintos no bairro Anhumas, em Piracicaba. A primeira foi o socorro a uma mulher; a segunda foi o salvamento de um recém-nascido.

A equipe da Polícia Militar informou que realizava patrulhamento de rotina pelo bairro rural, quando, às 22h, foi acionada para atender uma ocorrência de mulher de 52 anos com ferimentos de faca na perna esquerda. Os familiares disseram que a mulher sofria de um quadro de depressão e que ela própria teria causado a lesão em seu corpo. Somado a isso, a mulher ainda havia ingerido medicamentos controlados junto com bebida alcoólica momentos antes do incidente.

A polícia acionou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e deu início aos socorros. Ocorre que, enquanto os policiais ajudavam a mulher, outra moradora do bairro solicitou a PM; desta vez para ajudar uma bebê recém-nascida que havia se engasgado com leite materno. A policial ficou no atendimento à mulher, já seu parceiro foi socorrer a bebê.

Na casa da recém-nascida, o policial conseguiu desobstruir as vias aéreas da criança por meio de manobras. A bebê, que já estava com pele roxa e corpo mole, respondeu bem às manobras e aos poucos voltou a respirar. Com a chegada da ambulância, tanto a mulher quanto a criança foram encaminhados ao Hospital da Unimed, onde a criança passou por avaliação e, posteriormente, acabou liberada à família ainda na mesma noite.

A mãe da criança agradeceu a dupla de policiais militares e ficou bastante emocionada com o trabalho das equipes. Ela também relatou ter ficado assustada quando ocorreu o incidente.

A mulher ferida com faca, atendida primeiramente pela equipe, foi socorrida até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Cristina. Contudo, ela não resistiu e veio a óbito. A ocorrência foi apresentada ao Plantão Policial de Piracicaba e as causas da morte ainda serão apuradas, uma vez que, durante o socorro, os policiais não notaram indícios de crime. A Polícia Científica e a Polícia Civil foram acionadas para realização da perícia.

Um boletim de ocorrência de morte suspeita foi lavrado e agora será investigado pela Polícia Civil do município.

Rafael Fioravanti | [email protected]

LEIA MAIS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, entre com seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

cinco − 4 =