Paulistas terminam o primeiro turno do Brasileirão entre os seis primeiros

Verdão ficou em segundo, mas foi o melhor paulista do 1º turno (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

O 1º turno do Campeonato Brasileiro 2019 terminou no último final de semana (14 e 15). O Palmeiras, ao derrotar o Cruzeiro por 1 a 0, foi a única equipe paulista a vencer na rodada, chegando a 39 pontos e assumindo o 2º lugar. O Santos, foi derrotado pelo Flamengo (1 a 0) e caiu para o 3º lugar, com 37 pontos. O Corinthians perdeu para o Fluminense (1 a 0), e caiu para a 5ª posição, com 32 pontos; enquanto que o São Paulo, que empatou com o CSA (1 a 1), é o 6º colocado, com 32 pontos.

Mesmo com o Flamengo (42 pontos) na liderança, os paulistas fizeram seu melhor primeiro turno no campeonato por pontos corridos, já que pela primeira vez desde 2003, os quatro grandes terminam a primeira metade da competição entre os seis melhores colocados, sendo que, além do flamengo, o Internacional (4º) ficou entre as equipes. O melhor desempenho dos quatro somados foram nas edições do Brasileirão de 2004 e 2016, quando as equipes ficaram nas nove primeiras posições. Em 2004, na disputa vencida pelo Santos, o Peixe terminou o turno na liderança, o São paulo foi o 3º, o Verdão ficou em 4º e o Timão foi o 9º. Em 2016, o Palmeiras terminou na liderança, enquanto que o Corinthians ficou em 3º, o Santos em 5º e o São Paulo em 9º.

Em relação a pontuação das equipes, foram 140 pontos somados as quatro equipes, sendo a segunda maior no fim do primeiro turno, porém a maior desde que o número de equipes na competição passou a ser 20 (19 rodadas). Em média, cada equipe fez 35 pontos. A maior pontuação foi na edição de 2004, quando os grandes conquistaram juntos 156 pontos, porém naquela edição, 24 clubes disputaram o campeonato, portanto cada equipe teve quatro jogos a mais para conquistar mais pontos. O recorde anterior com 20 clubes foi em 2017, quando foram somados 133 pontos, divididos entre Corinthians (47), Santos (35), Palmeiras (32) e São Paulo (19).

Lembrando que nas edições de 2003, 2008 e 2013 do Brasileirão, apenas três grandes de São Paulo estiveram na disputa, já que o Palmeiras esteve na Série B em 2003 e 2013, enquanto que o Corinthians disputou a segunda divisão em 2008.

Melhor paulista, o Palmeiras começou muito bem a competição, aumentando a invencibilidade construída no ano passado como motivação para assumir a liderança já na quarta rodada, para perdê-la apenas na rodada 11, quando perdeu a invencibilidade para o Ceará. Depois ficou sete jogos sem vencer, até conquistar três vitórias seguidas e reconquistar o segundo lugar.

O Santos começou muito bem o campeonato, até ser goleado por 4 a 0 pelo Palmeiras. Depois disso, conquistou sete vitórias consecutivas, o que foi suficiente para ficar quatro rodada na liderança (12 a 15), porém novos tropeços, principalmente dentro da Vila Belmiro, tiraram o Alvinegro Praiano da ponta, o deixando na terceira posição ao fim da rodada.

A equipe do Corinthians viveu altos e baixos no primeiro turno. Até a parada da Copa América, a equipe fazia um campeonato regular, porém cresceu de rendimento após o torneio de seleções, ficando 10 jogos sem perder no Brasileirão e tendo a melhor defesa.

O São Paulo teve um bom começo de competição, porém uma derrota no clássico diante do Corinthians mudou drasticamente o desempenho, já que o time empatou os quatro jogos seguintes, caindo para o 9º lugar. Depois o Tricolor engatou uma sequência de cinco vitórias seguintes, porém após mais quatro jogos sem vitórias, a equipe terminou o turno como o pior paulista.

Mauro Adamoli

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

um × quatro =