Pelagem precisa de cuidado especial

Foto: Freepik

Cuidados com a pele e o pelo são importantes para manter a saúde do seu amigo de quatro patas

Curto ou longo; liso ou crespo; escuro ou claro; Independente do tipo de pelo, a maioria dos animais domésticos tem um pelagem elas precisam ser bem cuidadas, algumas raças com mais atenção outras nem tanto.

Não só pela beleza, pelos macios e brilhantes são essenciais para a proteção melhor da pele do animal e a temperatura natural do animal, além de mostrar o quão saudável seu cão ou gato está no momento.

A pele também é um fator a ser observado e cuidado, pois é o maior órgão do corpo deles (e nosso também) e é a primeira barreira contra bactérias, vírus e fungos entrem no corpo. “A pele e o pelo não possuem somente a função de deixar o pet mais bonito, mas também desempenham importantes funções metabólicas, como a proteção contra agentes infecciosos e o controle da temperatura interna”, afirma o médico-veterinário Flavio Silva, mestre em nutrição de cães e gatos e supervisor de capacitação técnico-científica da PremieRpet®.

O especialista da PremieRpet dá dicas para tratar bem o pelo e a pele do pet, indo além de só a troca de um shampoo para outro. Vale ressaltar que quando a pelagem do animal é tratada, você está, também, contribuindo para o bem-estar, longevidade e saúde do seu bicho.

VOCÊ É O QUE COME

A alimentação interfere diretamente no desenvolvimento da pele e pelagem. Por isso, a recomendação do nutricionista animal é sempre fazer uma nutrição balanceada de alta qualidade. Flávio destaca que baixas concentrações de zinco, biotina e ácidos graxos essenciais (ômegas 3 e 6) no organismo do animal podem causar descamações e quebras na barreira de proteção da pele, deixando-a exposta a bactérias que podem causar infecções, além de deixar o pelo opaco e quebradiço.

Se seu cão ou gato se alimentar com boas rações, frutas ou verduras, como foi destacado em matérias passadas da Arraso, o seu animal vai ter uma vida mais saudável e o pelo brilhante vai demonstrar isso.

ATENÇÃO NOS BANHOS

Cachorros de pelos mais curtos normalmente tomam menos banhos que os de pelo cumprido, mas não se esqueça de dar com certa frequência. Até mesmo gatos precisam de banhos às vezes. Só não exagere na quantidade, pois isso pode causar ao ressecamento da pele do animal. A dica para esse tópico é ficar de olho no tipo de shampoo e a se comprar, pois existem variações de marcas e linhas para cada tipo de pelo, raça, espécie e idade do animal.

Larissa Anunciato

[email protected]

Leia Mais:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

quatro × um =