Pernas Caipiras promove arrecadação de alimentos

Ação vai ajudar famílias em vulnerabilidade social. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

O projeto Pernas Caipiras realiza neste sábado (16), das 8h às 13h, mais uma campanha de arrecadação de alimentos e materiais para pessoas carentes da cidade, especialmente aquelas afetadas pela pandemia da covid-19. A ‘Garagem do Bem’ terá dois pontos de coleta: um na rua Santos, 2898, no bairro Jaraguá, e outro nos bolsões do estádio Barão da Serra Negra, na rua 13 de Maio.


Paulo Cesar do Amaral, diretor de marketing do Projeto Pernas Caipiras, conta que a Garagem do Bem surgiu de um vínculo com o projeto Fios do Bem, que acolheu o Pernas Caipiras e cedeu a sede para o lançamento do projeto, no começo de fevereiro deste ano. “Nos procuraram esta semana contando o caso da Vivi, paciente do Cecan (Centro do Câncer da Santa Casa de Piracicaba), que faz tratamento de ossos há 4 anos. A Vivi se solidarizou com as pessoas mais carentes da cidade neste momento e queria ajudar”.




Vivi é dona da garagem no Jaraguá, por isso o nome da campanha. “Ofereceu a garagem, que é ampla, para organizar as arrecadações”, conta Amaral. “Tocou nosso coração, do Fios e do Pernas Caipiras. Ficamos comovidos com compaixão dela, que pensa no próximo”.

A Garagem do Bem é a segunda campanha do Pernas Caipiras. “Já tínhamos realizado uma campanha com o XV de Piracicaba em abril, que foi um sucesso”. Segundo Amaral, está na gênese do projeto fazer algo pelo próximo. “É o mais importante da ação, em paralelo às doações. É para causar um impacto na população, conscientizar que independente do momento, podemos sempre fazer mais pelo próximo”.

Na garagem na rua Santos, 2898, ele explica, uma equipe de voluntários ficará em frente à casa da Vivi. “Não precisa descer do carro, será sistema drive-thru. A equipe retira do porta-malas dos veículos. Orientamos que as pessoas utilizem máscaras e luvas, e nossa equipe faz todo trabalho de retirada e armazenamento”.

Em frente à casa da Vivi terá uma tenda do Pernas Caipiras, para que as pessoas vejam já de longe onde acontece a campanha. Além de alimento, arrecadarão coberturas, blusas, produtos de higiene. Amaral pede para quem for contribuir com roupas, que, se possível, levem já higienizados por conta da pandemia. “Água e sabão já é o suficiente, embalado e sinalizado que já estão higienizados. Para quem não puder, não tem problema, nossos voluntários farão a higienização antes da entrega às pessoas carentes”.

Amaral revel, ainda, que o Pernas conseguiu a doação de um produto específico para higienização. “Vamos borrifar por cima das doações, para que se evite ao máximo o contágio”.

Já na rua 13 de Maio, que fará a arrecadação será a Associação de Motoristas Escolares de Piracicaba. “O pessoal começou a compartilhar sobre a campanha nos grupos de escolas, de pais, e entraram em contato com a gente na quinta-feira. Estão também mobilizando as pessoas e isso nos deixa contantes”.

Ações são pontuais ao momento, ressalta. “Mesmo antes, o Pernas Caipiras tem feito ações de conscientização da importância da acessibilidade, olhar para aos deficientes físicos com suas potencialidades. Essa sempre foi o objetivo do projeto, continua sendo nossa luta, seja em ações assim e nas redes sociais (podcast Pernas pro Ar, lives, vídeos)”.

No entendimento de Amaral, a população piracicabana sempre recebeu o projeto com muito carinho. “São solidários, que abraçam as causas sociais.

O retorno é gratificante. Apoiam nas campanhas sociais e nas de acessibilidade. Não necessariamente mudamos o mundo, mas com o pouco podemos transformar Piracicaba numa cidade mais inclusiva”.

Alguns projetos parados por causa da covid-19, revela Amaral, mas outras ideias serão anunciadas e colocadas em práticas nos próximos meses. Ele destaca que já estão em contato com parceiros para uma nova campanha do agasalho.

Erick Tedesco

[email protected]