Projeto já doou R$750 em produtos ao Fundo Social de Solidariedade (Foto: Claudinho Coradini/JP)

O Pernas Caipiras, projeto com o objetivo de levar as pessoas com deficiência para as corridas de rua em Piracicaba continua na ativa mesmo com as corridas e o esporte em geral suspensos na cidade em razão da pandemia do coronavírus (Covid-19). Edmilson Reame, idealizador do projeto, contou que após receber tanta ajuda da população piracicabana chegou a hora de retribuir e para isso criou uma vaquinha virtual para conseguir alimentos e produtos de higiene para ajudar as pessoas mais carentes.

“Estamos arrecadando dinheiro e já fizemos a primeira compra de produtos. Essa e as compras futuras serão será destinas ao FUSSP (Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba), já que eles já fazem a destinação correta dos produtos para as pessoas que precisam”, detalhou.

Reame disse que a iniciativa surgiu a partir de uma campanha parecida com o Habitare Décor, na qual a proprietária também está fazendo campanhas para passar com o objetivo de ajudar o FUSSP. “Depois desta ideia, nos reunimos e decidimos fazer uma campanha para nós, já que o nosso pensamento foi em ajudar as pessoas neste momento, já que se uma pessoa não tem dinheiro para comprar sabão durante essa pandemia pode morrer”, disse Reame, ressaltando que a iniciativa já começou. “Com esse intuito criamos a vaquinha realizamos a primeira compra e campanha continua, já que precisamos ajudar os mais necessitados nessa hora. As pessoas têm que se unir para passarmos por essa pandemia com saúde e felicidade”, completou.

A primeira doação foi feita ainda no mês de março, na qual o Pernas Caipiras conseguiu R$ 750, no qual foram compradas 144 unidades de detergente, 72 litros de água sanitária, 188 sabões em pedra e 252 sabonetes, que foram encaminhados para o FUSSP e distribuído pela instituição. “As pessoas estão doando e pedimos para que elas continuam para termos condições de realizar a nossa segunda compra. O pessoal do FUSSP ficou muito feliz com os produtos que receberam”, disse o idealizador do Pernas Caipiras.

A campanha do Pernas Caipiras segue no instagram, com diversos vídeos e mensagens sobre a importância das pessoas higienizarem as mãos constantemente, diminuindo o risco de infecção e propagação do vírus. “O segredo é um ajudando o outro, assim sairemos logo desta fase, ajudando as pessoas mais necessitadas. Já que recebemos sempre ajuda dos outros agora nós procuramos ajudar, sempre na medida do possível. Qualquer valor que ajuda é importante, o XV de Piracicaba, HFC estão nos apoiando”, disse.

Os interessados podem transferir qualquer quantia por meio do link:. Até a tarde da última sexta-feira (3), foram doados R$1.130.

O projeto Pernas Caipiras conta atualmente com seis triciclos. “Estamos esperando passar essa pandemia, já que estamos todos reclusos, mas logo voltaremos para as corridas de rua”, completou Reame.

Mauro Adamoli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × 2 =