Pescador profissional, flagrado com redes, é multado em R$ 1,4 mil

Redes foram apreendidas e destruídas (Divulgação)

A Polícia Militar Ambiental flagrou um pescador profissional, que usava redes às margens do Rio Piracicaba, na segunda-feira (25), em Piracicaba. Ele foi multado em R$ 1,4 mil pela acusação de utilização de petrechos proibido.
De acordo com a corporação, uma equipe fazia patrulhamento em decorrência de ações pontuais voltadas a coibir a pesca predatória no Rio Piracicaba, voltado à proteção das espécies nativas da bacia do Rio Paraná.

Os policiais teriam surpreendido um pescador que usava dez “redes de espera” com malha de 70 milímetros cada.

Além da multa, o pescador teve autuação agravada pelo artigo 7° alínea B parágrafo 1° da Resolução SMA 48/14 com base no Decreto n° 63993, de 21 de Dezembro de 2018, pois estava e, APP (Área de Proteção Ambiental). As redes de espera foram destruídas e jogadas no aterro sanitário de Brotas.

OUTRO CASO

Mês passado, dois pescadores foram multados em R$ 3 mil, após serem flagrados pescando em um local proibido próximo a avenida Jaime Pereira. Eles usavam caniço de nylon, com linha, anzol e chumbada.

Após abordagem foi verificado que ambos os pescadores haviam capturado pescado, e depois de identificar os covos foi verificado que um deles havia capturado 3,4 quilos de pescado da espécie “Curimbatá”, dos quais 2,2 quilos estavam fora da medida.

Com o outro, os policiais constataram que ele tinha mais 2,8 quilos de pescado capturado, todos da espécie “Curimbatá”, os quais encontravam-se todos com medida inferior ao permitido.

DENÚNCIA

Para realizar uma denúncia, em caso de urgência, pode se ligar para o telefone 190 onde uma viatura do policiamento de área poderá realizar a abordagem do infrator, sendo acionada a PM Ambiental para que sejam realizadas as providências administrativas, ou ligar diretamente na Polícia Ambiental de Rio Claro (19) 3523-2012 ou ainda através do telefone 0800-113560.

Cristiani Azanha

[email protected]