Pesquisador procura mais cartunistas para 2ª edição de livro

Em 2018, 32 artistas gráficos de Piracicaba foram rememorados no livro Piracartum. À época, a publicação – organizada pelos ilustradores locais Adolpho Queiroz, Edson Rontani Júnior, Maria Luziano e Victor Corte Real – fez um breve inventário de apenas uma parcela de nomes da cidade que utilizaram o humor em suas respectivas produções, alguns antes e outros já durante a realização do Salão Internacional de Humor de Piracicaba. Este ano, uma nova edição do Piracartum deve ser lançada, desta vez com trabalhos e histórias de 12 artistas piracicabanos.

A vindoura segunda edição é organizada apenas pelo escritor Adolpho Queiroz, um dos fundadores do Salão de Humor e ex-presidente da AHA (Associação dos Amigos do Salão Internacional de Humor de Piracicaba). “Neste período de escassez de cultura na cidade, resolvi articular o segundo Piracartum. Estou juntando material”.




O referido material é oriundo do vasto acerto de Queiroz, principalmente de cartuns, histórias em quadrinhos, caricaturas e charges que saíram ao longo de décadas na imprensa local, mas ele também pesquisa junto à coleções de amigos e entusiastas do humor gráfico.

O Jornal de Piracicaba é uma importante fonte desta coleta para a segunda edição do Piracartum, revela Queiroz. Por certo, o livro terá um dos primeiros cartuns publicados pelo Jornal de Piracicaba, em 1922, de autor desconhecido. “Junto material sobre o JP para refletirmos sobre a importância do jornal ao longo de seus mais de 100 anos, divulgando o humor gráfico na cidade”, ressalta ao organizador.

Assim na primeira edição, a obra consiste em divulgar trabalhos que já podem ser caracterizados como históricos junto a breves análises escritas por jornalistas e especialistas em humor gráfico, tanto de Piracicaba como a nível nacional.

Alguns dos artistas que figurarão no livro são Sálvio Frota, Roberto Antônio Cera, José de Arruda Mariano, Douglas Mayer, Chico Coelho, Emilio Moreti, Fausto Longo, Marilu Trevisan, Gerson Alves, Gilson Hipólito, entre outros. A perspectiva de Queiroz e ter tudo em mãos, pronto, entre este mês de maio e começo de junho, para lançá-lo na inauguração do 47º Salão de Humor, no dia 29 de agosto.

No entanto, antes, o organizador revela que terá de levantar fundos para a impressão. Interessados em apoiar o projeto podem entrar em contato com Queiroz pelo e-mail [email protected]

“A intenção é mostrar a Piracicaba quantos artistas já tivemos, quantos pessoas já se envolveram e ainda se envolvem com o humor gráfico. Divulgar é uma forma de garantir que continuem sendo valorizados no futuro, que seus trabalhos perpetuem”, afirma o organizador sobre a relevância do Piracartum.

Erick Tedesco