Pessoas com Deficiência e a inclusão no esporte

Foto: Leonardo Miniz/Selam

Secretaria de Esportes do município quer implantar novos programas que possam beneficiar esse público

Estabelecido pela Organização das Nações Unidas em 1992, o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência é comemorado em 3 de dezembro e estimula a reflexão sobre os desafios enfrentados pelas pessoas com deficiência. Engajada com a causa, a Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (Selam) participará de uma série de atividades envolvendo o secretário Hermes Balbino, o chefe da divisão de atividades motoras, Clevis Spada, e o assessor especial em gestão pública, Eduardo Azzini. O primeiro evento acontece no próximo sábado, dia 4, com o ‘Avistar de Portas Abertas’, instituição sem fins lucrativos que visa promover a inclusão social da pessoa com deficiência visual.

No dia 7, a Selam realiza o 1º Seminário de Atividade Motora Adaptada – Encontro de Profissionais de Educação Física. O evento, que é aberto ao público e direcionado aos profissionais da área que trabalham com pessoas com deficiência, acontece das 14h às 17h, no Ginásio de Esportes do Sesc Piracicaba (rua Ipiranga, 155, Centro). A atividade terá como tema ‘Paradesporto: Panorama Atual e Perspectivas Futuras’. A iniciativa tem como objetivo compreender o panorama atual do paradesporto e estimular reflexões sobre o futuro do esporte paralímpico em Piracicaba e região.

Nos dia 8 e 9 de dezembro, a secretaria será representada em Brasília (DF) pelo assessor especial em gestão pública Eduardo Azzini. O primeiro compromisso será uma visita à Câmara dos Deputados, seguida de uma reunião com o deputado Felipe Rigoni (PSB), primeiro cego eleito para o cargo no Brasil. Na sequência, Azzini vai ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e tem encontro agendado com o secretário dos direitos da pessoa com deficiência, Claudio Panoeiro, e com Priscila Gaspar, diretora de políticas temáticas.

“Os eventos são importantes pela visibilidade que é dada aos assuntos envolvendo as pessoas com deficiência, além de trazer informação e despertar o interesse. São atividades que nos mostram que é possível dar oportunidade de participação para esse público”, afirmou Azzini, doutor em ciências do movimento humano, especialista em atividade motora adaptada e orientação e mobilidade, e que atua há 15 anos com o foco no trabalho de inclusão das pessoas com deficiência nas atividades físico-esportivas.

O expediente em Brasília termina com uma visita ao MEC (Ministério da Educação), onde o assessor se reunirá com Crisiane Bez Batti, diretora de políticas de educação bilíngue de surdos. O objetivo é trazer para Piracicaba um curso de capacitação em libras para profissionais de educação física. “A ideia é conhecer novas ideias sobre acessibilidade e inclusão, e trazer conhecimento para Piracicaba, ouvir o que eles têm para falar. São lideranças que têm oportunidade de fazer algo nessa área. No MEC, a visita será pontual com o objetivo de trazer o curso de capacitação para cá”, completou Azzini.

Da Redação

LEIA MAIS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

13 − dois =