Pet pode comer verduras e frutas

Apesar da importância da ração, há alimentos naturais que seu pet pode comer para reforçar a imunidade. (Foto: Pexels)

Já não é mais segredo que ter uma boa alimentação é chave para uma vida longa e saudável, essa questão vale para os humanos e para seus pets e, felizmente, os brasileiros estão mais cientes da importância de uma alimentação adequada aos animais domésticos.

Hoje, a grande maioria dos companheiros de quatro patas é alimentada com ração apropriada, o que representa mais saúde e bem-estar para eles, além de maior longevidade. Os estabelecimentos destinados à comercialização de alimentos para animais de estimação cresceram muito no Brasil. Para se ter ideia, o mercado de ração não vive nenhuma crise, ao contrário, vive um ótimo momento no cenário nacional. Segundo a Forbes, o Brasil é o segundo maior mercado para produtos pet do mundo.

Por mais que essas indústrias façam pesquisas rigorosas para colocar toda a nutrição que seu pet precisa para sempre se manter saudável, as vezes o cão e o gato enjoam-se do sabor diário deste alimento e é aí que o dono precisa ficar atento para bolar um novo cardápio, mesmo que seja só de vez em quando para variar um pouco o sabor.

FRUTAS, VERDURAS E LEGUMES

Apesar dos cães serem da família dos carnívoros, eles são animais capazes de consumir plantas, além de necessitarem de vitaminas que só são encontradas em frutas ou vegetais (ou na ração). Sem contar que provavelmente os donos destes animais já se perguntaram se podem ou não dar certo tipo de alimento para seu pet, por isso a Arraso faz uma lista de alguns tipos de comidas em que os cães podem e que não podem consumir:

Cenoura: O seu sabor docinho e consistência dura são o agrado de muitos cães jovens. Ela é rica em vitaminas C e K e complexo B. Esse legume é ótimo para a limpeza dos dentes do animal

Banana: Batendo de frente com a cenoura como favorita dos quadrúpedes, ela é doce e rica em potássio, além de ser ótima fonte de fibras, mas fique atento as quantidades, o ideal é uma banana por dia.

Beterraba: Crua ou cozida ela pode ser servida em pequenas quantidades para o cão. Ela é rica principalmente em ferro e fibras. Caso você cozinha, lembre-se de colocar pouco sal e nenhum tempero.

Pera: A fruta é rica em B1, B2, C, A e niacina o que fortalece o sistema imunológico e o intestino, contudo é necessário antes retirar o cabo e as sementes da fruta, pois essas partes são indigestas para os cães e muitas vezes tóxicas. Essa dica vale, também, para maçã, melancia, manga etc.

FELINOS TAMBÉM PODEM?

Para os donos de gatos, saibam que seu bichanos podem sim comer beterraba e brócolis, mas como tem o paladar mais exigente a recomendação é carnes, queijos e derivados.

Em doses moderadas você pode alimentá-lo com os mais diversos tipos de carne, pois esta é a base da alimentação felina. Já o queijo opte por opções menos gordurosas como ricota ou mussarela, mas lembre-se que a base da nutrição do seu animal deve ser a ração.

DELICIOSO, MAS MORTAL

A maioria das pessoas sabe que é proibido alimentar cães com chocolate. Alguns possuem alergia e pode causar irritação na pele, mas principalmente todos os cães não são capazes de digerir o cacau o que pode causar morte por infarto ou desidratação. Sendo mais específico este animal é incapaz de digerir “teobromina”, substância encontrada principalmente no chocolate, isso também vale para os felinos. Outros tipos de alimentos proibidos tanto para os cães quanto para os gatos são o café e álcool , como cerveja e vinho.

Larissa Anunciato
[email protected]

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

5 × 5 =